Cabo Verde declara apoio à iniciativa da ISWA

Cabo Verde declara apoio à iniciativa da ISWA

O primeiro-ministro da República de Cabo Verde, José Ulisses Correia e Silva, declarou, recentemente, o seu apoio à iniciativa da International Solid Waste Association (ISWA) para fechar as maiores lixeiras do mundo.

Esta assinatura ocorreu a 11 de junho e contou ainda, com a participação do Embaixador de Portugal em Cabo Verde, Eurico Monteiro e Fernando Leite, Vice-Presidente do Membro Nacional da ISWA em Portugal, APESB e Administrador-Delegado da Lipor.

“Mais do que uma declaração, esta é uma clara afirmação da intenção de Cabo Verde, assinalando o desejo de trabalhar com a ISWA e a APESB, para fechar lixeiras na região. Estas associações deixaram bem claro que darão todo o apoio necessário para o bom termo desta iniciativa”, referem em comunicado.

Já no mês passado, o Fernando Leite deixou clara a determinação da APESB em trabalhar com a ISWA nesta iniciativa estabelecendo um “Programa de Emergência para a Erradicação de Lixeiras de Resíduos em Países de Língua Portuguesa”. Este plano de ação irá mapear e direcionar as maiores e mais perigosas lixeiras da região, apresentando propostas para a eliminação dos passivos ambientais daí resultantes, melhorando estas áreas para as comunidades locais em termos de saúde, empregos e bem-estar geral.

“Além das assinaturas, estamos a adotar novas ações, desenvolvendo uma estratégia para apoiar a iniciativa. Em primeiro lugar, estabeleceremos um plano de trabalho que incorpora a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) depois de identificados as lixeiras trabalharemos com o governo para assinalar estas zonas como de risco e emergência para intervenção prioritária”, afirmou Fernando Leite.

“Estes signatários de alto nível são um testemunho do impulso crescente da campanha #CloseDumpsites da ISWA e do trabalho desenvolvido pela APESB, reforçando a importância da cooperação da ISWA com seus representantes nacionais”, acrescenta o comunicado.