Fridão coloca em risco Amarante

Fridão coloca em risco Amarante

A associação ambientalista Geota alega que a construção da barragem do Fridão apresenta um risco para Amarante, afirma hoje o Correio da Manhã. “Em caso de uma falha grava não existiria tempo para evacuar a cidade. A ponte de São Gonçalo seria atingida no espaço de 12 minutos por um “muro” de água com 14 metros de altura”, dise ao CM Joanaz de Melo, do Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente.

Para a Geota, a construção do Sistema Eletroprodutor do Tâmega encerra um conjunto de ilegalidades, devendo a obra ser suspensa pelo Estado. “O projeto para o Tâmega prevê a destruição do sítio da Rede Natura 2000, junto da barragem de Gouvães”, avançou Joanaz de Melo.