Lista vermelha tem mais duas espécies ameaçadas em Portugal

Lista vermelha tem mais duas espécies ameaçadas em Portugal

A última atualização da Lista Vermelha das espécies em risco de extinção, a referência mundial para a conservação de espécies, inclui, pela primeira vez, espécies cinegéticas que são caçadas em Portugal. A rola-brava e o zarro são, agora, espécies consideradas em risco de extinção, na categoria “vulnerável”, o que demonstra “a urgência de alterar a legislação de caça em Portugal e noutros países onde estas espécies ocorrem”. alerta a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA).

A rola-brava, uma ave migradora, ainda é caçada em Portugal apesar das evidências de programas de monitorização levados a cabo pela SPEA, que demonstram um decréscimo muito acentuado, de cerca de 40% na última década. Também o zarro (da família dos patos) é uma espécie cinegética migradora com diminuições drásticas nas suas populações. Com base nestes dados, a SPEA “não tem dúvidas” que ambas as espécies devem “deixar de ser caçadas como medida de conservação, o que requer uma reação rápida e eficaz das entidades oficiais através da alteração do calendário venatório e da suspensão da sua caça”.

O diretor executivo da SPEA, Luís Costa, lembrou que “a Lista Vermelha da IUCN representa a voz da biodiversidade a indicar-nos onde devemos concentrar a nossa atenção de forma mais urgente e, esta voz, está claramente a dizer-nos que devemos agir já, de forma a desenvolver políticas mais fortes e programas de conservação que protejam as nossas aves e travem o seu declínio”.