OesteSustentável integra projeto europeu “MOVELETUR”

OesteSustentável integra projeto europeu “MOVELETUR”

A Agência Regional de Energia e Ambiente do Oeste – OesteSustentável viu aprovada uma candidatura no âmbito do Programa INTERREG V-A POCTEP – Programa Operacional de Cooperação Transfronteiriça entre Espanha e Portugal. A Consejería de Fomento y Medio Ambiente de Castilla y León (CyL), através da Fundación Patrimonio Natural CyL, está a coordenar um projeto INTERREG POCTEP que visa proteger e valorizar o património natural e cultural das regiões transfronteiriças, tendo por base o desenvolvimento de ações relativas à mobilidade sustentável, sendo que a OesteSustentável foi convidada para participar neste consórcio, por via da experiência e know-how técnico obtido em anteriores projetos europeus.

A OesteSustentável, que participou na reunião de lançamento, nos passados dias 19 e 20 de junho em Salamanca, será responsável pelo modelo de gestão da mobilidade elétrica em espaços naturais fronteiriços, tendo como principal objetivo o desenvolvimento de uma solução tecnológica de gestão de frotas, pontos de carregamento de veículos e bicicletas elétricas, devidamente integrada e em consonância com uma app para smartphones. Complementarmente será responsável pela definição de características técnicas a implementar, assim como a interpretação legal das questões relacionadas com a mobilidade elétrica em Portugal.

O projeto “MOVELETUR” visa promover um modelo público, sustentável e limpo de disponibilização de
veículos e bicicletas elétricas para os visitantes de áreas naturais transfronteiriças, criando uma rede de itinerários turísticos ‘verdes’ que conectem veículos elétricos a pontos de interesse naturais e culturais das áreas identificadas. Paralelamente, o consórcio pretende também capacitar empresários do setor turístico e empreendedores dos espaços naturais, no sentido de garantir uma nova oferta de mobilidade sustentável.

As áreas protegidas envolvidas são o Parque Nacional Peneda-Gerês – Ecomuseu de Barroso, Parque Natural de Montesinho, e a Reserva Natural da Serra da Malcata em Portugal, e o Lago de Sanabria, Arribes del Duero, Las Batuecas – Sierra de Francia e Sierra de Gredos, em Espanha, num total de mais de 400 mil hectares de áreas naturais envolvidas no projeto.

Este INTERREG POCTEP será desenvolvido ao longo dos próximos dois anos e meio, e é liderado pela Fundación Patrimonio Natural de Castilla y León, contando com parceiros espanhóis, a Ente Regional de la Energía de Castilla y León e a Diputación de Ávila, e como parceiros portugueses a OesteSustentável, a Câmara Municipal de Bragança, a ADIRBA – Associação para o Desenvolvimento Integrado da Região do Barroso, e o Instituto Politécnico de Castelo Branco, tendo os sete parceiros de projeto, um orçamento global de cerca de 900 mil euros, onde cerca de 700 mil são apoiados pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).