Paderne acolhe centro de formação para o setor marítimo e portuário

Paderne acolhe centro de formação para o setor marítimo e portuário

Categoria Advisor, Formação

Paderne está a viver um bom momento. É finalista do concurso “7 Maravilhas de Portugal”, na categoria “Aldeia Rural” e dentro de aproximadamente dois anos irá “somar mais uma maravilha” – um centro de formação de excelência no setor marítimo e portuário – projeto com características únicas no país e reconhecimento a nível nacional e internacional”, refere o presidente da Câmara Municipal de Albufeira, citado em comunicado.

A 4 Sea – International Academy, o novo centro que se propõe aproximar a formação profissional das reais necessidades da Economia do Mar, foi apresentado na passada quinta-feira, dia 3 de agosto, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Albufeira. O projeto, que vai funcionar numa parcela dos antigos terrenos da Faceal, em Paderne, integra a criação de um polo de formação para o setor marítimo e portuário, reparação naval de embarcações de recreio, entre outras valências complementares.

Carlos Silva e Sousa sublinha que se trata de um investimento de que sente muito orgulho e deseja ver concretizado com sucesso: “É um projeto sustentável e unificador que irá fortalecer o concelho no seu todo e projetar, ainda mais, o nome de Albufeira a nível internacional”. “O novo centro de formação vai voltar Paderne para o mar, com a vantagem de ajudar a combater os problemas de interioridade com que esta freguesia se debate”, acrescenta o autarca.

Especialmente vocacionado para a juventude, prevê-se que vá atrair jovens de vários pontos do Algarve, do país e até do estrangeiro, que irão receber formação especializada, numa área em forte expansão, “com a qual nos identificamos”, prossegue, “e que tem uma empregabilidade superior a 90%”. “Paralelamente, irão ser criados postos de trabalho não sazonais que irão atrair mais pessoas a uma região que é o melhor sítio para viver”, disse Carlos Silva e Sousa.

A oferta formativa inclui, entre outras, treino básico universal de sobrevivência e treino universal e sua atualização, formação para abandono de helicóptero submerso com EBS, curso básico de busca subaquática, intervenção em espaços confinados submersos e manuseamento de extintores.

A formação é da responsabilidade da Associação de Estudos e Ensino do Mar, na área há mais de 26 anos, enquanto a área de investigação científica conta com a parceria da Universidade do Algarve. Irá decorrer em ambiente real, com recurso a simuladores (navegação, máquinas e comunicações), um tanque especialmente construído para o efeito e oficinas dotadas do mais recente equipamento, que de acordo com os promotores do projeto “irá potenciar ao máximo o emprego no mercado internacional, de portugueses, nomeadamente em plataformas petrolíferas”.

Complementarmente à formação, o projeto irá disponibilizar instalações de invernagem e reparação naval de embarcações de recreio, com formação on-the-job em áreas fundamentais para o setor.