12 mil portugueses ainda sem torneira em casa

12 mil portugueses ainda sem torneira em casa

Categoria Águas, Ambiente

Ainda há 12 mil portugueses que não têm uma torneira em casa e que, por isso, recorrem a fontanários. Os dados surgem no relatório anual sobre o “Controlo da Qualidade da Água para Consumo Humano”, divulgado ontem pela Entidade Reguladora dos Serviços de Água e Resíduos (ERSAR). Tratam-se, sobretudo, de povoações localizadas no Norte e Centro do país, mas este número tem vindo a diminuir. Em 2014, estimava-se que eram 17 mil pessoas que utilizavam a água dos fontanários, específica o jornal I.

Tal como no passado, os fontanários controlados pela entidade reguladora situam-se principalmente na região Centro, com mais de 57% e, na região Norte, com 25% do total. O número de fontanários com um sistema de desinfeção da água, na região Centro, era de 103 em 2013 e aumentou para 114 no ano passado. A entidade reguladora exige ás entidades gestoras dos sistemas de abastecimento que controlam a qualidade de um determinado número de fontanários para que as populações sem acesso a água canalizada em casa tenham um local onde ir buscá-la, com boa qualidade.

A entidade reguladora da água acompanhou o controlo de qualidade de 281 fontanários, nomeadamente no Norte e Centro. “Foram controlados 281 fontanários em 2014 contra 293 em 2013, redução que tem a ver com a integração de algumas destas regiões em zonas de abastecimento pela rede domiciliária, passando mais portugueses a ter a torneira em casa”, adiantou o diretor da ERSAR, Luís Simas, salientando haver “uma tendência ligeiramente decrescente para a utilização destas origens, o que é positivo”.