220 pessoas mortas em cinco anos devido ao mau tempo

220 pessoas mortas em cinco anos devido ao mau tempo

Nos últimos cinco anos, morreram 220 pessoas vítimas do mau tempo que se abateu sobre o país, avança o Jornal de Notícias (JN). Os vários episódios de condições meteorológicas adversas, como os que atingiram as regiões Norte e Centro nos últimos dias, provocaram ainda cerca de 2000 feridos, entre eles muitos agentes da Proteção Civil, que sofreram lesões em ações de socorro da população.

De acordo com os dados disponibilizados ao JN pela Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), 2012 foi o ano mais mortal, com um total de 58 pessoas a perderem a vida devido a diversas intempéries. Estes 12 meses ficaram marcados por diversos tornados que atingiram Portugal, tendo o mais grave varrido os concelhos de Lagoa e Silves, deixando um enorme rasto de destruição, uma dezena de feridos e milhares de euros em indemnizações.

As quedas de árvores, deslizamento de terras, cheias, inundações e queda de estruturas estiveram, segundo a ANPC, na origem das mortes e ferimentos registados desde 2011. Quanto a 2016, os primeiros 12 dias de janeiro resultaram em 13 feridos – oito deles ligeiros e mais cinco que acabaram por ser assistidos no local da ocorrência. Entre eles, contam-se os três passageiros do comboio regional que descarrilou anteontem na zona de Contenças, em Mangualde.