376 mil automóveis circulam no país com “emissões excessivas”

376 mil automóveis circulam no país com “emissões excessivas”

O relatório da Federação Europeia de Transportes e Ambiente (T&E) ontem divulgado estima que em território português existam 376 mil automóveis ligeiros com emissões excessivas a circular.

Segundo os dados apontados, há 29 milhões de veículos ligeiros nas estradas europeias que mão cumprem a legislação. As “emissões reais dos veículos são pelo menos dez vezes superiores por comparação com testes”, avançou ao i a associação ZERO, presidida por Francisco Ferreira.

Para além disso, a associação sublinha ainda que estes valores “expõe o chocante incumprimento das normas”, e onde estes de 29 milhões de ligeiros “correspondem a cerca de 76% de todos os veículos a gasóleo registados ao longo dos cinco anos avaliados”.

De acordo com o relatório, a França é o país com maior número de veículos a circular neste estado, seguindo-se o Reino Unido. Portugal surge na 11ª posição.

Para além dos números, o relatório também lista o desempenho por parte das marcas. Assim, os piores desempenhos ficam para a Renault (incluindo Dacia), a Land Rover, Hyundai, Opel/ Vauxhall e Nissan. No lado oposto e com menos emissões ficam a Seat, a Honda, BMW (incluindo Mini), Ford e Peugeot.

As conclusões são conhecidas, um ano depois do aniversário do “dieselgate”, polémica que envolveu o grupo Volkswagen e que utilizou um software ilegal que violou o nível de emissões, e ainda com a Semana Europeia de Mobilidade.

No âmbito desta semana, a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) divulgou que o tema deste ano será “Mobilidade sustentável e inteligente – um investimento para a Europa” e em Portugal há já 48 localidades que aderiram à iniciativa.