60% das organizações adota tecnologia Digital Twins para alcançar objetivos de sustentabilidade

60% das organizações adota tecnologia Digital Twins para alcançar objetivos de sustentabilidade

Um terço das empresas nos principais setores de atividade já implementaram tecnologia Digital Twins como forma de melhorarem o seu desempenho operacional e de alcançarem mais fácil e eficazmente as suas metas de sustentabilidade. A conclusão é de um novo estudo – Digiatl Twins: Adding Intelligence to the real world” – do Capgemini Research Institute.

Ao simularem o mundo físico, os Digital Twins podem ajudar as organizações a utilizarem melhor os seus recursos, a reduzirem as suas emissões de carbono, a otimizarem as suas redes de fornecimento e transporte, bem como a aumentarem a segurança dos seus funcionários.

O estudo da Capgemini revela também que a implementação de tecnologia Digital Twins deverá “aumentar em média 36% nos próximos cinco anos”, o que indica um “claro crescimento” na apetência por esta tecnologia em todos os setores de atividade, nomeadamente, no “automóvel, aeroespacial, ciências da vida, energia e utilities”. De acordo com o estudo, este movimento está a ser impulsionado pelas empresas que procuram avançar nas suas jornadas de transformação digital adicionando inteligência ao longo de toda a cadeia de valor das suas operações. As empresas inquiridas pelo estudo revelaram que os seus investimentos em tecnologia Digital Twins são sobretudo movidos pela “redução dos custos (79%) e pelo avanço tecnológico (77%) que esta oferece”.

O estudo também mostra que “57% das empresas concordam que a tecnologia Digital Twins é fundamental para melhorar os seus esforços na área da sustentabilidade”, traduzindo o “crescente empenho das empresas em cumprirem as suas promessas de ESG (Sustentabilidade e Responsabilidade Social)”. A tecnologia Digital Twins proporciona “formas flexíveis de trabalhar mitigando riscos e ampliando a colaboração”, oferecendo assim uma “oportunidade única de aumentar a rentabilidade e otimizar a utilização dos recursos ao longo de toda a cadeia de valor das empresas e dos seus negócios”. Mais de um terço (34%) das organizações inquiridas reportaram ter já implementado tecnologia Digital Twins em larga escala para compreenderem e preverem o seu consumo de energia e as emissões poluentes, indica o estudo, destacando que os setores dos produtos de consumo e da energia e utilities lideram os casos de utilização desta tecnologia, com “52% e 50% respetivamente” a utilizarem as réplicas virtuais para favorecerem a sustentabilidade das suas operações. Globalmente, “as empresas que já começaram a implementar a tecnologia Digital Twins obtiveram uma melhoria de cerca de 16% nas suas métricas de sustentabilidade”, precisam os dados.

“Ao colmatar a lacuna entre os mundos físico e digital, a tecnologia Digital Twins ajuda as organizações a desbloquearem valor, a promoverem sinergias entre os dados, as tecnologias e os processos empresariais. Esta tecnologia está no centro da transformação da Indústria Inteligente. A tecnologia Digital Twins oferece uma oportunidade única para as organizações que procuram acelerar o seu caminho rumo a operações inteligentes, e contribuem para aumentar a rentabilidade e impulsionam um futuro mais sustentável”, declara Roshan Gya, Global Head of Intelligent Industry da Capgemini.