60 novos autocarros movidos a gás natural renovam a  totalidade da frota dos TCB

60 novos autocarros movidos a gás natural renovam a totalidade da frota dos TCB

Categoria Ambiente, Energia

Foi aprovada na passada sexta-feira, dia 21 de julho, no Pavilhão de Portugal, em Lisboa, a candidatura “TCB 60 anos, 60 autocarros”. Os representantes das oito empresas firmaram os contratos que garantem o cofinanciamento do investimento que viabilizará a aquisição de novas viaturas “amigas” do ambiente e, no caso do Barreiro, permitirá a compra de 60 viaturas, única candidatura apresentada que visará a renovação, na totalidade, da sua frota.

Esta candidatura substituirá, assim, os atuais autocarros por veículos movidos a gás natural comprimido e a construção de um posto de abastecimento GNL, com uma comparticipação FEDER de três milhões (3.536.153,43€), modernizando os veículos que percorrem todo o concelho, com uma rede traçada em função de pontos nucleares, como escolas, centros de saúde, mercados, espaços de cultura, vida noturna e ligação com outros transportes.

Trata-se de um investimento por parte dos Transportes Colectivos do Barreiro (TCB) que ronda os 18 milhões de euros. Na globalidade das candidaturas, o investimento ascende aos 145 milhões de euros. Os primeiros autocarros deverão chegar ao Barreiro até final de 2018.

Além dos TCB, viram aprovadas as suas candidaturas a Carris, Sociedade de Transportes Colectivos do Porto, Transportes Urbanos de Braga, Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra, Município de Bragança, Empresa de Transportes António Cunha e Transurbanos de Guimarães.

Esta candidatura encontra-se inserida no Portugal 2020, no Programa Operacional da Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), na tipologia de projetos Eficiência Energética nos Transportes Públicos.

O presidente da Câmara Municipal do Barreiro (CMB), Carlos Humberto de Carvalho, e o vereador Rui Lopo estiveram em Lisboa, em representação do operador de transportes coletivos do Barreiro, na cerimónia, presidida pelo primeiro ministro, e que contou, ainda, com a presença do ministro do ambiente, presidente da Câmara Municipal de Lisboa, e muitas outras personalidades.