Ações da EDP Renováveis sobem para máximo de sempre de 8,995 euros

Ações da EDP Renováveis sobem para máximo de sempre de 8,995 euros

Categoria Ambiente, Energia

As ações da EDP Renováveis estavam hoje ao princípio da tarde a cotar-se ao máximo de sempre de 8,995 euros, depois de terem subido até aos nove euros durante da manhã, refere a Lusa.

Na passada quarta-feira, os acionistas da EDP Renováveis aprovaram em assembleia-geral extraordinária o Conselho de Administração para o próximo triénio, reduzido a 15 elementos, com três mulheres e um representante dos acionistas minoritários.

Na reunião que decorreu em Madrid, sede da empresa liderada por João Manso Neto, na qual esteve representado 93,87% do capital, mais de 90% dos acionistas aprovaram a redução do número de elementos do Conselho de Administração de 17 para 15, e os nomes propostos para os lugares.

Em representação dos acionistas minoritários — Axxion e Massachusetts Financial Services Company –, que passam a nomear um elemento, entraram Alejandro Fernandez de Araoz Gómez-Acebo.

A EDP Renováveis é atualmente detida em 82,6% pela EDP. Ambas as empresas são alvo de ofertas públicas de aquisição (OPA) da China Three Gorges, a principal acionista do grupo EDP.

A CTG (que já detém 23,27% do capital social da EDP, sendo o maior acionista) oferece uma contrapartida de 3,26 euros por cada ação.

Caso a OPA sobre a EDP tenha sucesso, a CTG indicou também que avançará com uma oferta pública obrigatória sobre 100% do capital social da EDP Renováveis (EDPR) a 7,33 euros por ação.