Ações de fogo controlado na Região de Coimbra para prevenir incêndios florestais

Ações de fogo controlado na Região de Coimbra para prevenir incêndios florestais

Categoria Ambiente, Florestas

A Comunidade Intermunicipal Região de Coimbra (CIM-RC) anunciou esta terça-feira que vai realizar, até ao final de março, ações de fogo controlado nos municípios da Lousã e Penela, no âmbito da prevenção dos fogos florestais.

De acordo com a Agência Lusa, as ações resultam da candidatura “Realização de Fogo Controlado – Prevenção dos Fogos Florestais no território da CIM-RC”, aprovada pelo Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), no âmbito do Fundo Florestal Permanente.

“O objetivo do recurso à técnica de fogo controlado reside na redução da carga de combustível, bem como na manutenção da Rede Primária de Faixas de Gestão de Combustíveis, medidas que impedem a propagação de grandes incêndios florestais”, esclarece a CIM-RC.

Os trabalhos de preparação de parcelas de terrenos para a realização de fogo controlado já arrancaram nos municípios da Lousã e Penela.

Esta fase decorre com a colaboração do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas, da Escola Superior Agrária de Coimbra, da Escola Nacional de Bombeiros, dos Bombeiros Voluntários de Penela e dos municípios de Lousã e Penela.

O Governo aprovou em maio de 2017 o Programa Nacional de Fogo Controlado (PNFC), visando conter a extensão dos incêndios através da utilização do fogo controlado.

“O uso do fogo controlado, além de minimizar o risco de incêndio, serve as necessidades de diversos utilizadores do território. Promove a renovação de pastagens, cria aberturas no mato denso e ajuda à constituição de campos de alimentação, ações essenciais para o pastoreio e para a caça”, justifica o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

A CIM Coimbra é constituída pelos municípios de Arganil, Cantanhede, Coimbra, Condeixa-a-Nova, Figueira da Foz, Góis, Lousã, Mealhada, Mira, Miranda do Corvo, Montemor-o-Velho, Mortágua, Oliveira do Hospital, Pampilhosa da Serra, Penacova, Penela, Soure, Tábua e Vila Nova de Poiares.