Água e energia em debate no AgroIN

Água e energia em debate no AgroIN

Categoria Águas, Ambiente, Energia

O AgroIN, organizado pela Vida Rural, do Grupo IFE (International Faculty for Executives), realizou-se ontem, no Estoril, reunindo centenas de profissionais que tiveram a oportunidade de discutir a forma como se pode gerir as explorações agrícolas com um enfoque no aumento da eficiência. Na tarde do evento, uma mesa redonda reuniu profissionais da área que debateram o tema “Água e energia, um binómio para a eficiência”, abordando as dificuldades que o Alentejo atravessa a nível da gestão da água e da energia.

Pedro de Sampaio Nunes, da organização internacional EUREKA, foi decisivo na sua análise, considerando que “a questão da água no Alentejo tem de ser repensada”, acrescentando que, por outro lado, a nível nacional, “o nosso sistema energético é profundamente desequilibrado para a agricultura, sendo o processo fotovoltaico uma das maiores revoluções atuais, revelando-se uma grande oportunidade para Portugal”.

Já Francisco Gomes da Silva, da Agro.Ges, adiantou que “a Agro.Ges estudou o tarifário do Alqueva, que é bastante elevado. A chave para mudar a situação passa por duas variáveis: a dinamização e efetiva exploração da terra já infraestruturada e a redução dos custos de energia”. Segundo este profissional, “a água nas explorações agrícolas é determinante na produtividade, sendo que, em Portugal, o sucesso e a rentabilidade das fileiras dependem claramente da água e do regadio”.

Pedro de Sampaio Nunes finalizou a sua intervenção indicando que “Portugal tem os preços de energia mais elevados do mundo, o que condiciona fortemente a rentabilidade nos negócios agrícolas, o que advém de uma política decidida precipitadamente numa altura em que a tecnologia ainda não se encontrava madura”.

Do AgroIN fizeram ainda parte bastantes outros oradores com especial destaque no mercado agrícola, como Diogo da Silveira – The Navigator Company (Portucel/Soporcel), Jorge Soares – Campotec, Nuno Pereira – Vitacress Portugal, Sofia Tavares – EDP e António Sá da Costa – APREN, entre outros.

AgroIN termina com entrega dos Prémios Vida Rural

Francisco Avillez foi o vencedor do Prémio Personalidade Armando Sevinate Pinto que, no âmbito do destaque, confessou sentir-se “muito honrado por este Prémio. Os prémios valem por quem os atribui e a Vida Rural ganhou um importante lugar no setor, com estas iniciativas de debate. Agradeço muitíssimo este prémio com o nome do Armando Sevinate Pinto, mas gostaria que não houvesse prémio com o seu nome porque significaria que ele ainda estaria connosco. O Armando foi alguém muito importante na minha vida e sei que ele também ficaria muito satisfeito por ser eu a receber este primeiro prémio com o seu nome.”

Foram ainda premiados:

· João Coimbra, vencedor do Prémio Agricultor Eficiente

· Darta – Dardico, vencedora do Prémio Agroindústria Eficiente

· Torriba, vencedora do Prémio Organização de Produtores Eficiente

· Projeto SANIMILHO, vencedor do Prémio I&D Projeto Eficiênciac