“Água Segura” vence Prémio Lusófono de Criatividade

“Água Segura” vence Prémio Lusófono de Criatividade

Categoria Águas, Ambiente

A Plainwater Serviços SGPS, da qual fazem parte a Águas de Paços de Ferreira, a Águas de Barcelos e a Águas do Marco, foi um dos vencedores do 2.º Quadrimestre dos Prémios Lusófonos da Criatividade 2019/2020, refere a empresa em comunicado. Os projetos educativos “Água Segura”, desenvolvidos nas três concessionárias, receberam o “Prémio Bronze” na categoria de “Eventos” e subcategoria “Campanha”.

Os Prémios Lusófonos da Criatividade, com seis anos de existência, são um festival internacional de criatividade sediado em Portugal e também o único mundialmente dedicado exclusivamente a premiar, homenagear e debater os mercados publicitários e de comunicação dos países de língua oficial portuguesa. O Festival tem sido um pilar importante no mercado, na promoção de uma aproximação entre estes mercados.

Este modelo de festival tem atraído a participação das maiores e mais prestigiadas agências de todos os países de língua oficial portuguesa. Fazendo dos Prémios Lusófonos uma premiação ímpar e de prestígio a nível internacional. Desta forma, cada edição anual é composta por três edições quadrimestrais. A última edição quadrimestral decorre em paralelo com o Festival Anual dos Prémios Lusos, onde são entregues os prémios de Agência e Produtora do Ano Lusófonas em todas as áreas da comunicação, bem como em cada um dos países participantes.

Projetos Educativos “Água Segura”

Os projetos agora premiados são dedicados à comunidade escolar, com o objetivo de sensibilizar para a importância da água na nossa vida, e desenvolvidos pelo grupo Plainwater.

Dos projetos fazem parte: o Concurso de Poesia “Falar de Água com Amor” que tem como objetivo continuar a estimular, junto dos mais jovens, o gosto pela escrita e pela leitura.

O projeto consiste na realização de aulas teóricas e práticas sobre o tema da Água. Ao longo destas ações serão abordados temas como a importância da água para o homem e todos os seres vivos, a origem e o ciclo natural que é responsável pela renovação de água doce, os problemas que afetam a humanidade, como a excessiva utilização e poluição das águas que impõem a utilização racional da água e a instalação de sistemas públicos de tratamento e de distribuição de água e de recolha e de tratamento de águas residuais.