Águas de Santo André aposta em energia 100% renovável para se tornar energeticamente autossustentável até 2030

Águas de Santo André aposta em energia 100% renovável para se tornar energeticamente autossustentável até 2030

Categoria Águas, Ambiente

A Águas de Santo André será energeticamente autossustentável até 2030 através da produção de energia 100% renovável e da adoção de medidas de eficiência energética. Esta aposta é partilhada por todas as empresas do Grupo AdP – Águas de Portugal no âmbito do Programa de Neutralidade Energética ZERO, através do qual se propõem atingir a neutralidade energética no prazo de 10 anos, assente numa estratégia continuada de redução de consumos e de aumento da produção própria de energia verde.

A Águas de Santo André (AdSA) vai concretizar este programa através do aumento da produção de energia a partir de recursos disponíveis nas suas instalações, num mix energético integrado que visará a maximização do autoconsumo e o storage de energia, estimando-se ser possível vir a concretizar, já nos próximos anos, uma produção de 2,1 GWh/ano de energia 100% renovável, proveniente de energia solar fotovoltaica, valor esse que poderá mais que triplicar através da instalação de sistemas de produção de energia eólica.

A maximização da energia produzida para autoconsumo obrigará a alterações no padrão da operação, incorporando a produção e armazenamento de energia no core da atividade de abastecimento de água e saneamento de águas residuais e promovendo a reengenharia de sistemas e processos para aumento de eficiência. Implicará ainda a aposta na digitalização e na qualificação dos trabalhadores, sem esquecer o relevante contributo para o desenvolvimento regional e social.

No que respeita às medidas de eficiência energética, é objetivo da Águas de Santo André aumentar a sua eficiência em aproximadamente 0.1 GWh/ano, nas suas atividades, em função de investimentos criteriosos que terá de fazer nesse sentido e que tem em estudo.

*Novo Conselho de Administração para o mandato 2020/2022