Águas do Algarve assume educação ambiental como ferramenta estratégica

Águas do Algarve assume educação ambiental como ferramenta estratégica

Consciente da responsabilidade que tem na região algarvia, a Águas do Algarve assume a Educação Ambiental como uma ferramenta estratégica no apoio à resolução dos problemas ambientais, contribuindo para a formação de cidadãos conscientes do seu papel na preservação ambiental e pró-ativos na tomada de decisões sobre questões fulcrais com o objetivo de desenvolver uma sociedade sustentável para as gerações. Isso mesmo sublinha Teresa Fernandes, responsável de Comunicação e Educação Ambiental da Águas do Algarve, que explica que a missão da empresa é ajudar a formar consumidores que sejam ambientalmente mais conscientes e informados e desenvolver estratégias que resultem em soluções para os problemas ambientais do dia-a-dia, envolvendo para isso quer os colaboradores da empresa, quer a população em geral.

A mesma responsável adianta que “uma maior e sustentada integração da Educação Ambiental no ensino escolar é fundamental”, combinando por exemplo a educação com os conhecimentos científicos existentes sobre o clima e as alterações climáticas.

Da parte da Águas do Algarve, a intervenção neste sentido tem passado pela sensibilização dos seus públicos “para o valor da água enquanto recurso essencial à vida, incluindo temas como a preservação dos recursos hídricos, a importância da qualidade e disponibilidade da água para a vida em sociedade, a sensibilização para o uso eficiente da água e a sua reutilização, aplicação de boas práticas ambientais, a problemática das alterações climáticas, entre outros”, refere Teresa Fernandes. Ao longo do ano, a empresa desenvolve assim uma série de ações, por vezes em parceria com entidades externas como universidades, municípios ou ONGA’s. No verão, por exemplo, é habitual a realização de ações voltadas para o uso eficiente da água e da sustentabilidade de recursos. Já em datas especiais, como o Dia Mundial da Água, do Ambiente, do Saneamento ou dos Oceanos, são criadas ações direcionadas para a população em geral e para os colaboradores da empresa, como concursos de fotografia, workshops e visitas às instalações da empresa.

Nos restantes meses do ano, o foco são as camadas mais jovens da população, com projetos de conscientização ambiental, como o Concurso Regional Água Jovem, em parceria com a APA, ou visitas às fábricas da água mostrando os processos de tratamento da água para consumo humano e o tratamento de águas residuais.

Teresa Fernandes não hesita em afirmar que as iniciativas desenvolvidas ao longo do ano têm obtido bons resultados, mensuráveis através da elevada participação. ” Acreditamos que contribuímos de forma relevante para a construção de novos valores e atitudes dos consumidores, voltados para o desenvolvimento de uma sociedade mais comprometida com a solução dos atuais problemas ambientais”, realça.

 

*Este artigo foi publicado na Ambiente Magazine Nº75.