Águas do Douro e Paiva e SIMDOURO a funcionar individualmente

Águas do Douro e Paiva e SIMDOURO a funcionar individualmente

Categoria Águas, Ambiente

As empresas Águas do Douro e Paiva e SIMDOURO desfizeram ontem uma medida do Governo de Passos Coelho, que, em 2015, fundiu os serviços na Águas do Norte. “A promessa está cumprida depois do esbulho feito às autarquias. O anterior Governo viu mal a coisa”, sublinhou Matos Fernandes, em Lever, (Gaia), na cerimónia que juntou autarcas de 20 municípios do Grande Porto e marcou o início de atividade das duas empresas, de acordo com o Jornal de Notícias.

Pela cisão, os utilizadores dois sistemas multimunicipais agora autonomizados vão ter de contribuir para uma Componente Tarifária Acrescida (CTA) que funciona como receita da Águas do Norte.

A Águas do Douro e Paiva, responsável pelo abastecimento de água a 1,7 milhões de habitantes, vai servir os concelhos de Amarante, Arouca, Baião, Castelo de Paiva, Cinfães, Espinho, Felgueiras, Gondomar, Lousada, Maia, Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Ovar, Paços de Ferreira, Paredes, Porto, Santa Maria da Feira, São João da Madeira, Valongo e Gaia.

Por parte das Águas do Douro e Paiva estão previstos investimentos em infraestruturas, nomeadamente na criação da nova reserva de água em Lever Sul, assim como na instalação de um novo grupo de bombagem para elevação da água do sistema Lever sul para o reservatório de Seixo Alvo. A construção da nova adutora Ramalde-Pedrouços, para substituir a antiga conduta de betão já desativada, também faz parte das obras programadas.

A SIMDOURO, responsável pelo saneamento, agrega 519 mil residentes em Arouca, Baião, Castelo de Paiva, Cinfães, Paredes, Penafiel e Gaia. Na cerimónia foi anunciado que está planeado um investimento de cerca de 14,7 milhões de euros até 21021 no saneamento.