Águas do Norte recebe Certificação do Sistema de Gestão de Energia

Águas do Norte recebe Certificação do Sistema de Gestão de Energia

Categoria Advisor, Empresas

A Águas do Norte recebeu este mês a Certificação do Sistema de Gestão de Energia aribuída pela APCER. “É o reconhecimento do trabalho e esforço desenvolvido durante cerca de um ano pela Águas do Norte tendo culminado em março 2018, com a obtenção da Certificação do Sistema de Gestão da Energia, conforme a norma NP EN ISO 50001:2012”, refere a entidade em comunicado.

Esta norma, cujo âmbito da certificação energética abrange a conceção, construção, exploração e a gestão do sistema multimunicipal de abastecimento de água e de saneamento do Norte de Portugal, vai permitir que a atividade da entidade – altamente dependente da energia elétrica – enfrente o desafio de reduzir os seus custos operacionais por via do aumento da sua eficiência energética.

“Desta forma, a implementação desta norma permite caminhar no sentido de melhorar a gestão energética, a diminuição das emissões de gases com efeito de estufa e de outros impactes ambientais associados e a uma redução dos custos de energia” acrescenta a entidade.

A Norma de Gestão Energética ISO 50001 especifica igualmente os requisitos para uma organização estabelecer, implementar, manter e melhorar um Sistema de Gestão Energética (SGE), permitindo uma abordagem sistemática, no sentido de alcançar a melhoria contínua do desempenho energético.

A norma permite ainda que as organizações estabeleçam sistemas e processos necessários para melhorar o seu desempenho energético, reduzindo os custos com energia, as emissões de GEE (Gases Efeito Estufa) e outros impactes ambientais, por meio de uma gestão sistemática da energia.

A Águas do Norte iniciou a atividade a 30 de junho de 2015 e, enquanto entidade gestora do sistema multimunicipal de abastecimento de água e de saneamento do Norte de Portugal, em “alta”, é responsável pela captação, tratamento e abastecimento de água para consumo público e pela recolha, tratamento e rejeição de efluentes domésticos, urbanos e industriais e de efluentes provenientes de fossas séticas.

Assume ainda a exploração e gestão do sistema de águas da região do Noroeste, reunindo numa única entidade gestora, os serviços de abastecimento de água e de saneamento de águas residuais em “alta” (prestados aos Municípios) e em “baixa” (prestados aos utilizadores finais, os munícipes), de forma regular, contínua e eficiente.