Águeda vai enviar alertas de inundação para os telemóveis dos cidadãos

Águeda vai enviar alertas de inundação para os telemóveis dos cidadãos

Categoria Advisor, Investigação

A cidade de Águeda, Aveiro, vai ter um sistema de previsão e alerta de inundações, a partir de finais de 2019. O sistema permite avisar, com sete dias de antecedência, através da internet e/ou dos telemóveis, as autoridades e a população para a ocorrência de cheias na zona ribeirinha.

O “Sistema de Previsão e Alerta de Inundações para a zona Urbana de Águeda” (FFAS) — coordenado pela Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda (ESTGA), da Universidade de Aveiro — e pretende dar resposta “a vários desafios societais e mostra que as tecnologias da informação assumem um papel cada vez mais importante no desenvolvimento da sociedade, contribuindo para a inovação territorial e permitindo minimizar os danos resultantes dos perigos naturais”, explica Luísa Pereira, especialista em Ciências Geoespaciais da ESTGA e coordenadora do FFAS.

O sistema utilizará modelos hidráulicos e hidrológicos suportados em informação geográfica da área de intervenção, em registos da altura da água do Rio Águeda medida em tempo real e em previsões de precipitação.

Mas não é só Águeda que pode beneficiar do FFAS, dado que o sistema pode ser implementando em qualquer outro local do país. “As projeções das alterações climáticas sugerem que as inundações tendem a ser mais frequentes”, explica Luísa Pereira. Por isso, se cidadãos e serviços municipais tiverem acesso à informação antecipada de que uma inundação poderá acontecer em breve podem “tomar as suas próprias medidas de prevenção e utilizar esta informação na mobilização de meios”.