AHRESP e VPS celebram acordo para reduzir custos energéticos

Categoria Ambiente, Energia

Para ajudar os seus associados a reduzir os custos energéticos, a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) celebrou um protocolo com uma das maiores especialistas na área, a Virtual Power Solutions (VPS). Ao abrigo deste acordo, todos os associados AHRESP que solicitem os serviços da VPS beneficiarão de condições exclusivas e muito competitivas face ao mercado em soluções de eficiência energética, monitorização e gestão de energia, soluções de produção fotovoltaica para auto-consumo, entre outros serviços de consultoria e certificação energética. A Certificação Energética, obrigatória desde Janeiro de 2009, para qualquer fração destinada a serviços, nova ou existente, é uma das áreas que irá ser disponibilizada pela VPS aos associados da AHRESP, em muitos casos sem qualquer custo.De acordo com Paulo Esteves, director de Marketing Estratégico da AHRESP, “a AHRESP tem investido muito no estabelecimento de parcerias que proporcionem aos associados informação e soluções que lhes permitam exercer a sua atividade com maior rentabilidade". "Regularmente realizamos ações de formação, workshops e seminários que promovem a implementação de boas práticas", sublinhou. "A parceria que agora assinamos com a VPS permite-nos reforçar estas linhas de ação proporcionando aos nossos associados os meios para reduzirem os seus custos com a energia e assim aumentarem a sua competitividade", adiantou. Para João Salema, Diretor Geral da unidade de negócio ESCO da VPS, “este é um passo muito importante para nós pois resulta do reconhecimento da qualidade dos nossos serviços e produtos por parte de uma importante associação como a AHRESP cujos associados poderão reduzir os custos de energia e aumentar a eficiência energética das suas instalações, assim como ter acesso a um conjunto de soluções que lhes permita monitorizar e controlar os seus consumos”.Os custos com a energia são cada vez mais relevantes e continuarão a aumentar nos próximos anos sendo, a par com os recursos humanos, um dos dois mais importantes fatores de custo para a maior parte das indústrias e dos serviços.