Alqueva disponibiliza fotografias aéreas de toda a sua área de influência

Alqueva disponibiliza fotografias aéreas de toda a sua área de influência

Um conjunto de 382 novas fotografias aéreas de toda a área de influência do Alqueva, no Alentejo, está disponível online e de forma gratuita, desde hoje, numa iniciativa da empresa gestora do empreendimento, dá conta a Lusa.

Em comunicado, a Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva (EDIA) revelou que os 382 novos ortofotomapas foram produzidos pelo seu Centro de Cartografia e surgem na sequência de uma nova cobertura aérea da área de influência do Alqueva, efetuada em outubro passado.

Estes dados “vêm atualizar a aplicação de Dados Geográficos de Alqueva”, disponível na página da EDIA, desde 2015, como “contributo para a promoção do desenvolvimento económico e social do espaço Alqueva”.

“A aplicação de Dados Geográficos de Alqueva, que disponibiliza de forma gratuita ortofotomapas e altimetria, é hoje uma ferramenta importante na gestão de explorações agrícolas, em avaliações prediais e no planeamento do território, entre outras aplicações”, realçou a empresa.

Os novos ortofotomapas, assinalou, envolvem as bandas RGB (composição vermelho, verde a azul), o que é “vulgarmente conhecido como fotografia aérea”, e NIR (Infravermelho próximo), com uma resolução de 35 centímetros no terreno.

“As imagens com banda de infravermelho próximo permitem detetar facilmente áreas com vegetação, representadas pela cor vermelha, que será mais intensa consoante o bom estado nutricional, a anatomia das folhas, o teor de água, o estado fenológico e o vigor vegetativo das culturas”, referiu a EDIA.

Os dados disponibilizados pela empresa “podem ser redistribuídos e usados, desde que cumpram determinados requisitos”, nomeadamente a informação sobre a sua origem e propriedade e sobre eventuais alterações efetuadas.

Os Dados Geográficos de Alqueva, que são frequentemente procurados pelos beneficiários do Empreendimento de Fins Múltiplos para implementação de projetos agrícolas, podem ser descarregados a partir da página da EDIA (www.edia.pt).