Aniversário Ambiente Magazine: “Para quando a sustentabilidade?”

Aniversário Ambiente Magazine: “Para quando a sustentabilidade?”

Os 28 anos da Ambiente Magazine foram assinalados em dezembro de 2021 e, nesse mês, lançamos um desafio ao setor do ambiente. Designado por “Passa-a-Palavra”, este desafio começou com Lee Hodder (Galp), José Furtado (Águas de Portugal) e Ana Isabel Trigo Morais (Sociedade Ponto Verde), onde cada um teve de responder à pergunta -“Para quando a sustentabilidade?” – e, ao mesmo tempo, lançarem o mesmo desafio a outras personalidades, e assim sucessivamente. Nesta edição número 93, que corresponde à terceira – e última – parte do trabalho, partilhamos os testemunhos da área da Energia.

Hoje, partilhamos o testemunho de Afonso Cruzeiro (L’Oréal).

PARA QUANDO A SUSTENTABILIDADE?

“A sustentabilidade não é apenas uma tendência. É imperativo que seja também um compromisso. E é com base nesta premissa que as empresas devem “olhar para dentro de casa”, promover a mudança, empoderar e contribuir de uma forma espôntanea e autêntica para uma sociedade mais sustentável.

Criar a beleza que move o mundo é hoje o propósito do Grupo L’Oréal que procura impactar positivamente o planeta e todos os seus habitantes. Também o consumidor quer ser agente desta mudança e a opção pela compra de produtos cada vez mais “green” ganha espaço nos hábitos dos portugueses, mais atentos aos parâmetros pelos quais as marcas e grandes Grupos se regem, preferindo optar por produtos reciclados, recicláveis e com menos impacto ambiental. 

No caso das marcas de grande consumo, Garnier e L’Oréal Paris, estas assentam o seu compromisso no pilar de Sustentabilidade do Grupo L’Oréal, com objetivos claros de redução do impacto ambiental mensuráveis, a atingir até 2030, através de iniciativas como o Green Beauty ou o L’Oréal for the Future, Because our Planet is Worth It”.

Cristiana Macedo