AREANATejo desenvolve mapeamento de potencial solar no Alto Alentejo

AREANATejo desenvolve mapeamento de potencial solar no Alto Alentejo

Categoria Ambiente, Energia

Desde 2013 que a AREANATejo dispõe de uma rede de medida de radiação solar global em diversos municípios do distrito de Portalegre, tendo o IPES- Instituto Português de Energia Solar colaborado na análise e tratamento dos dados de radiação solar.

Inicialmente com oito estações, em 2013, a rede foi sendo posteriormente atualizada, com o objetivo de “capacitar as estações com sistemas de aquisição de dados de maior fiabilidade e autonomia”, segundo comunicado da AREANATejo. Adicionalmente a essa capacitação, foram acrescentadas ainda três novas estações à rede de medida, sendo que a estação meteorológica automática, considerada central, está localizada no Campus da ESTG-IPP (Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Portalegre).

De acordo com a Agência Regional de Energia e Ambiente do Norte Alentejano e Tejo, “o mapeamento solar do distrito de Portalegre permitirá promover o aproveitamento da energia solar, térmica e fotovoltaica, com recurso a tecnologias de concentração e caracterizar e avaliar o recurso solar para o dimensionamento, financiamento e instalação de centrais com tecnologias de concentração solar de pequena, média e grande dimensão.

Esta rede conta atualmente com 11 municípios munidos de piranómetros para medição da radiação solar global, entre eles Alter do Chão, Arronches, Avis, Campo Maior, Elvas, Fronteira, Gavião, Monforte, Ponte de Sor, Portalegre e Sousel.