Assembleia Municipal Jovem de Vila Franca de Xira debate alterações climáticas

Assembleia Municipal Jovem de Vila Franca de Xira debate alterações climáticas

A edição de 2019 da Assembleia Municipal Jovem realiza-se no dia 8 de maio, pelas 15h00, na Escola Alves Redol, em Vila Franca de Xira.

Sob o tema “Alterações Climáticas: Reverter o Aquecimento Global”, a iniciativa é organizada pela Assembleia Municipal e Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, contando com a participação de 12 estabelecimentos de ensino do Concelho: EB 2,3 Soeiro Pereira Gomes (Alhandra); EB1,2,3 do Bom Sucesso; EB2,3 Pedro Jacques Magalhães; Colégio José Álvaro Vidal (Fundação CEBI) (Alverca); Centro de Formação Profissional de Alverca – IEFP; EB2,3 Prof. Reynaldo dos Santos e Escola Secundária de Alves Redol (Vila Franca de Xira); EB2,3 de Vialonga; Escola Secundária do Forte da Casa; Escola Profissional de Hotelaria e Turismo de Lisboa – Pólo da Póvoa de Santa Iria; Escola Básica e Secundária D. Martinho Vaz de Castelo Branco (Póvoa de Santa Iria) e Escola Básica D. António de Ataíde (Castanheira).

Paralelamente à Sessão a realizar, estará patente uma exposição de fotografia a cargo de alunos da Escola EB 2,3 de Vialonga, Escola Secundária Alves Redol, Escola Professor Reynaldo dos Santos e do Centro de Formação Profissional de Alverca (IEFP).

A Assembleia Municipal Jovem resulta da necessidade de incentivar os jovens munícipes a participar ativamente na vida do Município. A iniciativa contará com a presença do Executivo Municipal e Membros da Assembleia Municipal e é aberta ao público em geral. Os seus principais objetivos são:

– Incentivar o interesse dos jovens pela participação cívica e política;

– Sublinhar a importância da sua contribuição para a resolução de questões que afetam o seu presente e o futuro individual e coletivo, fazendo ouvir as suas propostas junto dos órgãos do poder político;

– Dar a conhecer o significado do mandato de membro da Assembleia Municipal e o processo de decisão da Assembleia, enquanto Órgão representativo de todos os munícipes;

– Incentivar as capacidades de argumentação na defesa das ideias, de acordo com os valores da tolerância, do respeito e da solidariedade.