Banco Alimentar quer “Pilhas por Alimentos”

Banco Alimentar quer “Pilhas por Alimentos”

Chama-se “Pilhas por Alimentos” e o nome diz tudo: a Rede Eletrão, em parceria com a EntrAjuda, criou uma campanha para recolher pilhas e acumuladores que já não são usados, permitindo a sua reciclagem. Os resíduos são aceites, até 30 de abril, em todos os Bancos Alimentares.

“A campanha já faz parte do nosso calendário anual como um importante momento”, afirma Pedro Nazareth, diretor geral da Amb3e – Associação Portuguesa de Gestão de Resíduos, em comunicado. O objetivo, explica, é “sensibilizar a população para a correta reciclagem de pilhas usadas”.

Segundo o responsável, foram recolhidas sete toneladas de resíduos em cinco meses de campanha e entregues mais de 15 mil euros aos Bancos Alimentares participantes em 2017. Nesse ano, o Banco Alimentar de Aveiro alcançou o 1.º prémio pela recolha de 1.900 kg, seguido do Banco Alimentar de Lisboa (1.100 kg) e pelo Banco Alimentar de Setúbal (905 kg).

O Banco Alimentar que fizer maior recolha (em peso) receberá um prémio de monetário de quatro mil euros, atribuído pela Amb3E. O 2.º e 3.º lugares serão premiados com dois mil euros e 1.500 euros, respetivamente. Todos os outros Bancos Alimentares que aderirem à iniciativa e alcançarem um valor mínimo de recolha de pilhas usadas, recebem também um prémio de participação.