Banco Europeu de Investimento apoia empresa portuguesa a melhorar serviços de abastecimento de água e gestão de águas residuais

Banco Europeu de Investimento apoia empresa portuguesa a melhorar serviços de abastecimento de água e gestão de águas residuais

O Banco Europeu de Investimento (BEI) vai disponibilizar um máximo de 28,2 milhões de euros de financiamento para apoiar os investimentos de otimização da distribuição de água da Águas do Interior — Norte (AdIN), uma empresa que presta exclusivamente serviços de abastecimento de água e de gestão de águas residuais a oito municípios do norte de Portugal, pode ler-se no boletim informativo da Comissão Europeia.

Graças a este apoio da União Europeia (UE), a AdIN poderá realizar o seu programa de investimento quinquenal destinado a melhorar o abastecimento de água e os serviços de gestão de águas residuais para cerca de 95 mil munícipes de Freixo de Espada à Cinta, Mesão Frio, Murça, Peso da Régua, Sabrosa, Santa Marta de Penaguião, Torre de Moncorvo e Vila Real.

O projeto é apoiado por uma garantia do Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos (FEIE), o principal pilar do Plano de Investimento para a Europa, e inclui a reabilitação, por parte da empresa, dos “sistemas de abastecimento de água a fim de reduzir as perdas de água”, bem como a” modernização e racionalização dos sistemas de recolha e tratamento de águas residuais”, a fim de “cumprir os requisitos ambientais regionais e da UE”, diz o mesmo boletim. De um modo geral, o investimento ajudará a “reduzir a poluição” e contribuirá para “aumentar a resiliência face aos riscos relacionados com o clima”.

Paolo Gentiloni, comissário da Economia, declarou que “este acordo entre o BEI e a Águas do Interior — Norte, apoiado pelo Plano de Investimento para a Europa, contribuirá para melhorar o abastecimento de água e os serviços de gestão de águas residuais em benefício de cerca de 95 mil pessoas no Norte de Portugal. Trata-se de um importante contributo da União Europeia para salvaguardar os recursos hídricos de Portugal, o que é especialmente importante no contexto do aumento dos riscos relacionados com o clima”

O Plano de Investimento para a Europa mobilizou até agora 546 mil milhões de euros de investimento em toda a UE, dos quais 14 mil milhões de euros em Portugal.