Bola extintora já chegou a Portugal e promete acabar com pequenos incêndios

Bola extintora já chegou a Portugal e promete acabar com pequenos incêndios

Chegou a Portugal a Elide Fire Extinguishing Ball, uma bola extintora de incêndios que permite apagar pequenos fogos em segundos e que pode ser usada por qualquer pessoa.

A bola, que pesa cerca de 1,3 quilos, é ativada ao entrar em contacto com o fogo, sendo que os rastilhos no seu exterior fazem despoletar uma pequena carga pirotécnica no seu interior que, ao explodir, afasta o oxigènio extinguindo o fogo e espalhando, numa área de 8 a 10 metros quadrados, o pó que existe no seu interior, abafando a origem do incêndio e prevenindo que se  volte a reacender.

A ideia original foi concebida pelo tailandês Phanawatnan Kaimart, depois de, em 1997, ter sobrevivido a um grande incêndio num hotel em Pattaya. Perante esta situação, o titular da patente começou a estudar formas mais eficientes e seguras de combate a fogos localizados.

Da investigação até à prática, este novo dispositivo pode ser instalado num ponto fixo ou ser usado manualmente, sem que seja necessário retirar pinos de segurança ou a proximidade ao foco de incêndio, conforme explica à Ambiente Magazine, Luís Vieira, representante da Elide Fire Portugal.

“É mais práctica e mais segura do que os extintores comuns, pois não é preciso tirar pinos nem chegar perto do fogo, basta mandá-la para as chamas e a bola extintor ElideFire faz o resto, além de que é leve (1,3Kg) e fácil de manejar, não precisa de formação nem treino, qualquer pessoa pode e consegue usá-la”, afirma o responsável.

Com 5 anos de garantia, a bola pode ser usada na extinção de fogos de materiais sólidos e líquidos inflamáveis, em incêndios com gases combustíveis e em equipamentos elétricos até 5000 volts, bastando atirá-la para o local do foco de incêndio. Na explosão emite sempre um sinal sonoro entre 120 e 140 dba (decibéis).

Por outro lado, explica Lúis Vieira, a Elide Fire Extinguishing Ball, é também “amiga do ambiente”. “É composta de materiais biodegradáveis e o pó no seu interior não é corrosivo, não é tóxico, e  inclusivamente serve como fertilizante. Não é perigosa para as pessoas ao explodir nem os seus componentes são nocivos ou irritantes.Por todos esses fatores a bola extintor ElideFire é amiga do ambiente”, sublinha.

Luís Vieira, representante da Elide Fire Portugal

A bola pode ser usada em quase todos os setores de atividade, desde a indústria, transportes, bibliotecas e arquivos, indústria farmacêutica, transportes públicos, escolas, oficinas, postos de abastecimento, centros de dados e servidores, equipamentos militares, estabelecimentos prisionais, armazenamento, hospitais, náutica, centros comerciais, retalho, hotelaria, restauração, entre outros.

Pode ainda ser usada em residências, apartamentos, condomínios, cozinhas, lareiras, aquecedores, garagens, armazéns, depósitos de materiais, por exemplo.

Encontrando-se já em comercialização em 21 países, a invenção já recebeu várias distinções, nomeadamente o prémio europeu Eureka, medalha de bronze no prémio Genius, de ouro no prémio WIPO e no prémio KIPA e uma medalha de ouro da Agência Federal de Ciência e Inovação da Rússia e do Conselho Nacional de Pesquisa da Tailândia, entre outros. Em Portugal, a bola extintora foi distinguida na feira Securex 2017 como produto inovador, tendo sido apresentada na Liga de Bombeiros, à ANPC e outras entidades ligadas à segurança.

A bola tem o preço de venda ao público de 120€ (iva incluído) e está disponível para venda online no site www.elidefire.pt, no email recordreference11@gmail.com e pelo telefone 96 277 60 65. A entrega é imediata.

Ricardo Ramos Gonçalves