Brambles continua a avançar em direção aos seus Objetivos de Sustentabilidade para 2020

by Rita Inácio | 17 Outubro 2018 14:52

A Brambles, empresa de soluções logísticas para cadeias de abastecimento globais, que opera em mais de 60 países, principalmente através das marcas CHEP e IFCO, publicou o seu Relatório de Sustentabilidade para o Ano Fiscal de 2018[1]. Pioneira na nova forma de criar relatórios, este ano, a Brambles utilizou o modelo de seis capitais do International Integrated Reporting Council (IIRC), agrupados em capital financeiro, técnico, intelectual, humano, relacional e capital social, para descrever as diferentes formas como o Grupo cria valor a curto, médio e longo prazo.

A Brambles ajuda a movimentar mais mercadorias para mais pessoas e mais locais do que qualquer outra organização no mundo. O objetivo do Grupo é ligar as pessoas a princípios essenciais da vida, ao trabalhar com fabricantes, fornecedores e distribuidores e ao supervisionar toda a cadeia de abastecimento: desde campos agrícolas até às fábricas, desde a loja até à porta de casa.

O Relatório de Sustentabilidade inclui atualizações ao programa de sustentabilidade da CHEP e da IFCO, bem como a sua evolução quanto aos Objetivos de Sustentabilidade para 2020. Estes objetivos baseiam-se no programa de sustentabilidade Uma Empresa Melhor, Um Planeta Melhor, Comunidades Melhores da empresa e estão em estreita sintonia com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas.

Seguem-se alguns exemplos de conquistas da Brambles registadas no Relatório de Sustentabilidade de 2018:

A Brambles opera um modelo de negócio circular, especializado na partilha e reutilização de equipamento de carga unitária. Temos 610 milhões de ativos em constante movimento em 60 países. No ano fiscal de 2018, a utilização das plataformas da CHEP e da IFCO pelos clientes evitou o abate de 1,7 milhões de árvores, poupou 2,6 milhões de toneladas métricas de emissões de CO2 e 1,4 milhões de toneladas métricas de resíduos sólidos. A Brambles também participou em projetos de colaboração com mais de 240 clientes, que beneficiaram de programas exclusivos de otimização do transporte da Brambles, que contribuíram para a eliminação das ineficiências, reduzindo o consumo do combustível e minimizando as emissões de carbono, das cadeias de abastecimento de todo o mundo.

Para criar um Melhor Local de Trabalho, a Brambles está empenhada em atingir o objetivo Zero Harm(Danos Zero). A empresa registou um progresso notável rumo a este objetivo, tendo melhorado o desempenho em termos de segurança das unidades de negócio da CHEP e da IFCO no ano fiscal de 2018.

No ano fiscal de 2018, 99,4% da madeira utilizada pela CHEP era proveniente de fontes certificadas, com 66,1% do transporte a cumprir a certificação de Cadeia de Custódia. A Brambles também realocou 100% dos resíduos de plástico dos seus maiores locais geridos  e 89% dos seus resíduos de madeira dos aterros. Incluindo a reciclagem de mais de 18.600 toneladas de materiais de plástico em final de vida. Na Europa, o plástico recuperado foi reciclado e transformado em novas caixas de plástico reutilizáveis da IFCO. As operações da Brambles permitiram também obter uma redução nas emissões de carbono por unidade, atingindo um valor acumulado de -15,6% no ano fiscal de 2018 e mais de 20% da eletricidade consumida proveio de fontes renováveis.

A Brambles continua a ajudar organizações de reaproveitamento de alimentos, com especial compromisso com o Food Bank Leadership Institute (FBLI). O FBLI é um programa de desenvolvimento profissional que contribui na formação dos futuros líderes do Banco Alimentar. A Brambles cria Melhores Comunidades através de doações de equipamento em espécie, apoio financeiro e disponibilização de oportunidades de voluntariado aos colaboradores. Todos os colaboradores efetivos da Brambles, IFCO e CHEP têm direito a três dias de licença remunerada por ano para participarem em ações de voluntariado. No total, os investimentos na comunidade feitos pela Brambles no ano fiscal de 2018 chegaram aos US$4.743.000, um aumento de 4% em relação ao ano fiscal de 2017.

O responsável pela sustentabilidade global da Brambles, Juan Jose Freijo, afirmou o seguinte: “Respeitando o compromisso com as principais partes interessadas, decidimos adotar um método mais integrado para partilhar a forma única como a Brambles cria valor para os clientes, para as nossas comunidades e para os nossos colaboradores. Por exemplo, podemos agora demonstrar aos investidores como o nosso modelo de negócio circular para partilhar e reutilizar mantém o mais elevado valor dos nossos produtos durante o máximo de tempo possível, ao mesmo tempo que permite a regeneração dos principais recursos de que dependemos e a reutilização destes materiais em fim de vida.”

“O nosso compromisso de sustentabilidade está no cerne de todas as nossas ações. As nossas paletes, caixas e contentores formam a espinha dorsal invisível da cadeia de abastecimento mundial. Somos pioneiros da economia partilhada e, graças ao nosso modelo ‘partilhar e reutilizar’, criámos uma das empresas de logística mais sustentável do mundo. Juntamente com os nossos parceiros, resolvemos desafios partilhados, desde o combate ao desperdício de alimentos até à proteção das florestas. É por este motivo que podemos contribuir verdadeiramente para um futuro mais inteligente e sustentável”.

Em 2018, a Brambles ficou classificada entre o top três das empresas com melhor desempenho no Índice de[2] Sustentabilidade Dow Jones (DJSI),[3]na categoria do sector de Serviços Comerciais e de Abastecimento.

Endnotes:
  1. Relatório de Sustentabilidade para o Ano Fiscal de 2018: http://www.brambles.com/Content/cms/sustainability-2017/BRL209_S21_Sustainability_Report_FULL_WEB.pdf
  2. Índice de: http://www.sustainability-indices.com/
  3. Sustentabilidade Dow Jones (DJSI),: http://www.sustainability-indices.com/

Source URL: https://www.ambientemagazine.com/brambles-continua-a-avancar-em-direcao-aos-seus-objetivos-de-sustentabilidade-para-2020/