Calções da Deeply equivalem a 10 garrafas de plástico retiradas do mar

Calções da Deeply equivalem a 10 garrafas de plástico retiradas do mar

A Deeply assinala o Dia Mundial dos Oceanos com a apresentação dos sustentáveis calções de praia Volley. Produzidos em Portugal com SEAQUAL® YARN, 100% a partir de plástico recolhido do mar, a coleção realça o respeito pela natureza e pelo ambiente que têm pautado a marca. Por cada par de calções produzidos, a iniciativa Seaqual reúne o equivalente a 10 garrafas de plástico do mar e das praias.

Em comunicado, Mónica Pimentel, CEO da Deeply, refere que “é no mar que encontramos a nossa inspiração e os nossos produtos refletem esse respeito pelo ambiente e a preocupação com uma produção sustentável e consciente. Nesse sentido, esta parceria com a Seaqual não se podia enquadrar mais nos nossos valores. Trata-se de uma iniciativa que tem trabalhado com ONGs, pescadores, comunidades, autoridades, indústria e marcas para ajudar a limpar o lixo dos nossos oceanos e consciencializar as pessoas em relação a esta problemática. É parte desse papel que também queremos ter como marca de roupa e esta coleção é prova disso”,

Para além da sustentabilidade, a Deeply não se esquece das questões de estética e funcionalidade. É por isso que o tecido utilizado nos novos calções proporciona o “máximo conforto, oferecendo um toque confortável de pele de pêssego no exterior e um acabamento macio no interior”, refere a marca, realçando que os bolsos de rede permitem “libertar água e areia e o interior dos bolsos conta ainda com elásticos porta-chaves”.

A coleção de calções Volley, desenvolvida em parceria com a Seaqual Iniciative, já se encontra disponível no site oficial da marca portuguesa.