Campanha do Electrão permitiu a recolha de 10 mil quilos de pilhas e lâmpadas usadas

Campanha do Electrão permitiu a recolha de 10 mil quilos de pilhas e lâmpadas usadas

A campanha de sensibilização para a reciclagem “Pilhas e lâmpadas por alimentos”, uma iniciativa do Electrão (Associação de Gestão de Resíduos), em parceria com o Banco Alimentar Contra a Fome, permitiu a recolha de cerca de 10 mil quilos de pilhas e lâmpadas usadas, durante a pandemia, que foram convertidos num apoio monetário de 8.900 euros, o valor mais alto alcançado até agora nesta campanha, anuncia a entidade.

O Lidl que também se associou este ano à campanha do Electrão, “contribui com 3911 quilos de pilhas e baterias, o que aproximou o total nacional recolhido (9588 quilos) das 10 toneladas necessárias para assegurar os prémios mais elevados”, precisa o comunicado.

Face ao volume atingido nesta terceira edição, que decorreu entre 2019 e 2020, foi “garantido o prémio mais alto previsto na iniciativa, já que os vencedores são recompensados de acordo com o resultado global da campanha”, refere a entidade. Na primeira edição de 2017 os resultados só tinham permitido que se alcançasse o prémio intermédio, no valor global de 7500 euros, tal como voltou a acontecer em 2018.

O valor atribuído pelo Electrão aos Bancos Alimentares, que será canalizado para a compra de géneros alimentícios a distribuir pelas famílias mais carenciadas, será partilhado com as instituições parceiras que também contribuíram para esse resultado.

Para o diretor-geral do Electrão, Pedro Nazareth, “registar um recorde na recolha de pilhas e lâmpadas usadas numa época de tão grandes constrangimentos é notável. Nesta campanha o gesto consciente de cada um dos cidadãos, que depositou correctamente os seus resíduos assegurando a sua descontaminação e reciclagem, foi colocado ao serviço de uma nobre causa”.

Por seu turno, Vanessa Romeu, diretora de Comunicação Corporativa do Lidl Portugal, afirma que “ajudar quem mais precisa, sobretudo numa época de grandes constrangimentos sociais e económicos como a que atravessamos, resultante da pandemia, tem sido apanágio do Lidl Portugal. Fazemo-lo de diversas formas e a adesão a esta campanha, que permite, em simultâneo, sensibilizar a população para a correcta utilização de resíduos, foi muito importante, pelo seu duplo impacto, social e ambiental, o que nos deixa muito orgulhosos”.

Banco Alimentar do Funchal é o grande vencedor

O Banco Alimentar do Funchal recolheu 1703 quilos de pilhas e lâmpadas usadas, o que lhe permitiu receber o prémio mais elevado de 2500 euros. Os restantes bancos alimentares aderentes receberam um prémio de 200 euros, com excepção de Portalegre e Cova da Beira, que não chegaram a recolher o mínimo de 100 quilos durante a campanha.

A Entreajuda recebeu um prémio de cinco mil euros, em consonância com o resultado global, tal como previsto no regulamento.

A campanha é dirigida aos Bancos Alimentares de todo o país e às Instituições Particulares de Solidariedade Social que são por estes apoiadas com o objetivo de incentivar a entrega de pilhas e lâmpadas para reciclagem.