Campanha “Tabuleiro sem Desperdício” no IPP reduz o desperdício alimentar em 52% e ainda contribui para uma causa social

Campanha “Tabuleiro sem Desperdício” no IPP reduz o desperdício alimentar em 52% e ainda contribui para uma causa social

A Câmara Municipal do Porto, a Empresa Municipal Porto Ambiente, o ITAU, a Ação Social Instituto Politécnico do Porto e a Lipor implementaram o projeto Dose Certa em três cantinas do Instituto Politécnico do Porto: Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP), Escola Superior de Saúde (ESS) e Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo (ESMAE). Este projeto foi complementado com uma
campanha piloto direcionada aos jovens universitários, com o intuito de reduzir a fração alimentar nos resíduos urbanos produzidos neste município.

O Dose Certa é desenvolvido em restaurantes e em cantinas escolares e empresariais. O que se pretende é avaliar o potencial de redução do desperdício de alimentos, durante a sua confeção e/ou que são deixados no prato do cliente, e criar um “menu sustentável”. Todo o projeto conta com a parceria da Associação Portuguesa de Nutrição para a sensibilização e formação dos técnicos para hábitos alimentares mais sustentáveis. Envolver as equipas nas pesagens do desperdício alimentar e dos resíduos alimentares é uma ferramenta de envolvimento e de compromisso essencial para a perceção do problema.

Pela primeira vez, por intermédio do ITAU, o Instituto Politécnico do Porto aceitou o desafio e implementou o Dose Certa em três unidades – ISEP, ESS e ESMAE, trabalhando duas temáticas tão atuais: alimentação sustentável e redução do desperdício alimentar. O envolvimento de toda a comunidade universitária é fundamental para a tomada de consciência, pelo que foi criada uma campanha de comunicação/sensibilização o “Tabuleiro Zero Desperdício Alimentar” que para além de comunicar os resultados da primeira medição já efetuada, distinguiu o bom comportamento. Assim, o Tabuleiro Zero Desperdício Alimentar pretendeu não só reconhecer o estudante por não ter gerado desperdício, mas também “alimentar” uma entidade de cariz social. Em termos práticos, no decorrer da semana da segunda pesagem do Dose Certa por cada tabuleiro entregue sem desperdício alimentar 5% do valor correspondente ao custo de uma refeição no IPP foi doado a uma Instituição: A CASA.

A campanha “Tabuleiro sem Desperdício Alimentar” no IPP reduziu o desperdício alimentar em 52%.

A sustentabilidade foi aqui assumida com os três pilares bem presentes: económico, ambiental e social, complementada com uma campanha informativa demonstrando que quando as pessoas sabem mais também contribuem mais.