Campolide transforma lixo em moeda de troca para sensibilizar

Campolide transforma lixo em moeda de troca para sensibilizar

A recolha e separação de lixo em Campolide vai ser promovida através de um projeto que transforma os resíduos em moeda de troca para compras na freguesia. O programa ‘Pago em Lixo’, convida todos os moradores do município, a trocarem o seu lixo em pontos de recolha específicos, por moedas e notas que podem ser utilizados por mais de 70 estabelecimentos no bairro, que aderirem à iniciativa, noticiou hoje o Público.

O objetivo é consciencializar a população para a higiene urbana, assim como a correta reciclagem e separação do lixo, contribuindo para a dinamização da economia e comércio local.

O valor varia consoante o peso e o tipo de resíduo entregue por cada morador, sendo que a autarquia limitou a 10 quilos por cada residente.

O lixo é pesado por funcionários e a cada quilo corresponderá a atribuição de uma nota de lixo, sendo que, cada uma, corresponde ao valor comercial de um euro. O que for reciclável vale mais: por cada quilo de embalagens, papel ou vidro, são distribuídas duas notas, ou seja, dois euros.

Entre cabeleireiros, frutarias, restaurantes, farmácias, café, sapatarias e peixarias, as lojas aderentes são identificadas através de um distico emitido pela câmara. É no site do programa ‘Pago em Lixo’ que os moradores podem encontrar informações sobre a localização das mesmas.

As primeiras recolhas estão agendadas para os dias 17 e 24 de setembro. No sábado, dia 17, a troca acontece no Alto de Campolide, das 10:00 às 11:30. Já no dia 24, realiza-se no Bairro da Bela Flor e no Bairro da Liberdade.