CAP discute em conselho consultivo a gestão dos caudais do Tejo

CAP discute em conselho consultivo a gestão dos caudais do Tejo

A Direção da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) reúne esta sexta-feira, 21 de fevereiro, em Almeirim, com as suas estruturas e organizações associadas da região do Ribatejo. Em comunicado a CAP refere que um dos temas em discussão será a “gestão dos caudais do Tejo, partilhada entre Portugal e Espanha”, uma vez que, “a irregularidade dos níveis de água que vem sendo observada há já largo tempo é uma preocupação para os agricultores da região”.

Em discussão estará também a gestão florestal e das faixas de combustível, assim como REAP, o regime jurídico que regula o exercício e o licenciamento da atividade pecuária.

Esta reunião insere-se no ciclo de Conselhos Consultivos Regionais organizado pela CAP, que acontece no início de cada ano, e que tem como objetivo dialogar com as suas estruturas regionais, partilhar as linhas-mestras da sua atuação e auscultar os anseios e expectativas daqueles organismos descentralizados.

Neste encontro, outras questões de âmbito nacional serão abordadas, incluindo o ponto de situação das negociações para a reforma da Política Agrícola Comum e da execução do PDR2020, assim como o impacto do Orçamento do Estado para 2020 para o setor agrícola.

O Conselho Consultivo Regional da CAP reúne a partir das 10 horas, na Adega Cooperativa de Almeirim. O encontro decorre à porta fechada, mas haverá um momento dedicado à comunicação social, a partir das 12 horas.

Este ciclo de Conselhos Consultivos Regionais, iniciado em meados de janeiro, já passou, nas últimas semanas, pelas regiões Centro, Trás-os-Montes, Douro e Minho, Oeste, Baixo Alentejo e Algarve. Depois do Ribatejo, será a vez do Alto Alentejo, no início de março.