CAP discute medidas prioritárias no combate à seca prolongada e os desafios em Alqueva

CAP discute medidas prioritárias no combate à seca prolongada e os desafios em Alqueva

A Direção da CAP – Confederação dos Agricultores de Portugal vai reunir-se esta sexta-feira, dia 7 de fevereiro, em Beja, com as suas estruturas e organizações associadas das regiões do Baixo Alentejo e Algarve, para discutir as “medidas prioritárias de combate à seca prolongada que atinge sobretudo os territórios mais a sul de Portugal”, pode ler-se no comunicado.

Nesta reunião serão também abordados os desafios e oportunidades decorrentes do alargamento do perímetro de rega de Alqueva, em 50 mil novos hectares, e que potenciará a otimização de recursos e o uso mais eficiente da água em novos concelhos do Alentejo.

Este encontro insere-se no ciclo de Conselhos Consultivos Regionais organizado pela CAP, que acontece no início de cada ano, e que tem como objetivo dialogar com as suas estruturas regionais, partilhar as linhas-mestras da sua atuação e auscultar os anseios e expetativas daqueles organismos descentralizados.

Serão igualmente abordadas questões de âmbito nacional para o setor agrícola, incluindo o ponto de situação das negociações para a reforma da Política Agrícola Comum e da execução do PDR2020, assim como o impacto do Orçamento do Estado para 2020 para a atividade.

O Conselho Consultivo Regional da CAP reúne a partir das 10 horas, no NERBE/AEBAL (Associação do Baixo Alentejo e Litoral), na Rua Cidade de São Paulo, em Beja. O encontro decorre à porta fechada, mas haverá um momento dedicado à comunicação social, a partir das 12 horas.

Ainda este mês, a direção da CAP reúne com as estruturas e organizações associadas das regiões do Alto Alentejo e do Ribatejo, em datas a definir. Este ciclo de Conselhos Consultivos Regionais, iniciado em meados de janeiro, já passou pelas regiões Centro, Trás-os-Montes, Douro e Minho, e ainda Oeste.