Capital Verde Europeia recebe Seminário Nacional Eco-Escolas 2020

Capital Verde Europeia recebe Seminário Nacional Eco-Escolas 2020

Integrado nas iniciativas da Capital Verde Europeia, Lisboa receberá este ano o Seminário Nacional Eco Escolas, que decorrerá nos dias 17 e 18 de janeiro, na Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa, culminando no dia 19 com diversas visitas a seis locais de Lisboa, todas elas com enfoque na sustentabilidade.

A Sessão de Abertura será presidida pela secretária de Estado do Ambiente, Inês dos Santos Costa, e pelo vereador Sá Fernandes da Câmara Municipal de Lisboa. O programa do Seminário Nacional Eco-Escolas 2020 é composto por diversos Painéis, com destaque para os temas Comunidades Sustentáveis e Capital Verde Europeia 2020, Alterações Climáticas e Educação para a Sustentabilidade.

Do programa constam ainda Workshops diversas que propõem atividades práticas, Fóruns de Debate interpares e a divulgação de Boas Práticas apresentadas por jovens, professores e municípios – atores-chave da rede nacional Eco-Escolas. Paralelamente decorrerão Exposições integradas numa “Eco- Mostra”, com a presença de mais de quatro dezenas de entidades na área dos serviços, bens e ações ambientais.

De entre os diversos oradores, destaca-se a presença de Luisa Schmidt na moderação do painel Comunidades Sustentáveis que se inicia com a comunicação de João Ferrão (ICS), bem como a participação de Charles Hopkins (UNESCO – Chair in Reorienting Education towards Sustainability). Duarte Mata(CML) falará ainda sobre a “Transição de Lisboa para uma Cidade Verde”. Em paralelo decorrerá uma Eco-Mostra de entrada livre e aberta ao público, nos dias 17 e 18, entre as 9h00 e as 18h00.

Este congresso anual, que reúne técnicos na área da educação ambiental para a sustentabilidade, predominantemente professores e técnicos de municípios, realiza-se este ano pela primeira vez em Lisboa enquadrado nas iniciativas promovidas no âmbito de “Lisboa Capital Verde Europeia 2020”. A organização é da responsabilidade da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) e Câmara Municipal de Lisboa.