Carregadores produzidos em Portugal abrem caminho à neutralidade carbónica dos autocarros em Zurique

Carregadores produzidos em Portugal abrem caminho à neutralidade carbónica dos autocarros em Zurique

Categoria Ambiente, Energia

A equipa da fábrica de carregadores para veículos elétricos da Siemens, localizada em Corroios, no Seixal, vai produzir 45 unidades de carregamento para autocarros elétricos, que, assim que estiverem prontas, vão rumar à cidade de Zurique, na Suíça. Este projeto faz parte de um contrato assinado com a Autoridade de Transportes Públicos de Zurique (VBZ) para o fornecimento, instalação e comissionamento destes equipamentos. A infraestrutura de carregamento vai ser instalada no terminal de autocarros de Hardau, local onde 45 novos autocarros elétricos vão ser abastecidos no futuro. A instalação deverá entrar em funcionamento no início de 2022.

A cidade de Zurique estabeleceu a meta de reduzir para zero as emissões diretas de gases com efeito de estufa na área metropolitana, até 2040. O plano prevê, até 2030, uma redução de pelo menos 50% dos níveis registados em 1990.

O terminal de autocarros de Hardau vai ser equipado com 45 estações de carregamento Sicharge UC, das quais 30 terão uma capacidade de carregamento de 100 kW e 15 uma capacidade de 150 kW. Os veículos serão carregados por cabos e conectores (padrão CCS), principalmente durante a paragem noturna. Esta instalação tem a particularidade de ter os cabos de carga suspensos no teto, deixando os acessos livres e facilitando a entrada e saída de veículos.

Recentemente, também a autoridade de transportes públicos em Berna adjudicou à Siemens outro projeto de infraestruturas de carregamento para autocarros elétricos. O projeto inclui o fornecimento de unidades de carregamento rápido para três estações terminais, bem como a infraestrutura de carregamento para o terminal de autocarros de Eigerplatz. Estes equipamentos também vão ser produzidos na fábrica de Corroios. A otimização dos ciclos de carregamento em função da operação planeada e real vai ser garantida por um sistema de gestão baseado na cloud, a fim de oferecer o melhor serviço ao cliente.