CEO da Smurfit Kappa associa-se à iniciativa da Fundação Adecco e Fundação CEOE

CEO da Smurfit Kappa associa-se à iniciativa da Fundação Adecco e Fundação CEOE

Categoria Advisor, Empresas

O CEO da Smurfit Kappa de Espanha, Portugal e Marrocos, Ignacio Sevillano, é um dos 60 CEO de grandes empresas com atividade em Espanha que assinaram a Aliança #CEOPorLaDiversidad, liderada pela Fundação Adecco e pela Fundação CEOE. De acordo com a empresa esta junção tem como foco “promover as políticas de diversidade nas suas empresas”. Uma iniciativa cuja missão é “juntá-los em torno de uma visão comum e inovadora de diversidade, equidade e inclusão (De&I), para que atuem como impulsionadores e embaixadores do desenvolvimento de estratégias que contribuam para a excelência empresarial, a competitividade do talento no nosso país e a redução das desigualdades e exclusão na sociedade espanhola”, pode ler-se no comunicado.

A formalização desta iniciativa realizou-se numa cerimónia no Museu Rainha Sofia de Madrid, sob a presidência de honra de Suas Majestades os Reis de Espanha e a participação da ministra do Emprego, Migrações e Segurança Social, Magdalena Valerio Cordero. Estiveram também presentes Antonio Garamendi, presidente da CEO, Enrique Sánchez, presidente da Fundação Adecco e José Isaías Rodríguez, Patrono da Fundação Adecco.

Os 60 CEO que se juntam nesta Aliança “reconhecem” a diversidade, a equidade e a inclusão como valores fundamentais que enriquecem as empresas e reforçam a sua competitividade. Por outro lado, “comprometem-se” a promover as estratégias de diversidade nas suas empresas, a envolver os seus Conselhos Diretivos e a criar uma visão comum da diversidade.

Ignacio Sevillano garante que “ser líder numa grande empresa como a Smurfit Kappa obriga a tomar decisões que geram um impacto em milhares de pessoas no nosso país. Por esse motivo, valorizar a diversidade e a sua inclusão ajuda-nos a tomar melhores decisões e a fazer com que as nossas empresas tenham mais valor para a sociedade, sejam mais competitivas e sustentáveis. A diversidade é a única coisa que todos temos em comum, por isso queremos que toda a gente conheça e aproveite ao máximo as oportunidades que as nossas diferenças proporcionam. Todos temos algum contributo a dar, por isso na nossa empresa oferecemos a confiança necessária para desenvolver o nosso talento”.

Francisco Mesonero, diretor geral da Fundação Adecco, acrescenta que “o desafio é destacar a diversidade como essência de um novo paradigma de liderança e estratégia de negócio inclusivo. Se a soubermos aproveitar e gerir adequadamente, criaremos negócios mais competitivos num quadro global como o atual”. Enquanto Enrique Sánchez sublinha que “as empresas têm um papel básico na promoção do bem-estar das pessoas, de todas as pessoas da nossa sociedade. A dignidade é para a nossa Fundação um valor fundamental no qual se deve alicerçar qualquer decisão empresarial”.

Por sua vez Antonio Garamendi, presidente da CEOE, afirma que “o objetivo das empresas é que não tenhamos que falar de diversidade e inclusão porque já fazem parte de nosso ADN. Para ele, a chave está em colocar as pessoas no centro da empresa. Quando falamos de ODS, falamos de pessoas, e 70% destes Objetivos são responsabilidade das empresas”.

Magdalena Valerio, ministra do Emprego, Migrações e Segurança Social, sublinha que esta aliança “reforça e confirma o papel que a direção das empresas tem no impulsionar das estratégias de Diversidade e Inclusão desde os cargos de direção, através da investigação, do intercâmbio, do desenvolvimento e promoção de estratégias e das boas práticas empresariais de diversidade, equidade e inclusão”. Para Magdalena Valerio, estas estratégias são fundamentais para “conseguir os objetivos relacionados com o trabalho decente, que dignifica e permite o desenvolvimento das próprias capacidades e realiza-se respeitando os princípios e direitos laborais sem descriminação de género ou de qualquer outra índole”.

A Smurfit Kappa dispõe de um programa global de inclusão e diversidade (I&D), cujo objetivo é celebrar o caráter global e multicultural do seu quadro de colaboradores. Trata-se da iniciativa “EveryOne“, implementada na Europa e na América, que incentiva os seus colaboradores a participar na criação de um ambiente de trabalho ainda mais inclusivo. Uma iniciativa que procura obter a inclusão e a diversidade dos seus trabalhadores e que acaba de ser alargada para apoiar as pessoas portadoras de deficiência. Desta forma, celebrou um acordo com a Irish University Trinity College Dublin para trabalhar com o Trinity Centre for People with Intellectual Disabilities (TCPID), tendo como objetivo promover a inclusão das pessoas com deficiência intelectual na educação e na sociedade. Além disso, dispõe também, há já alguns anos, do programa “Open Leadership” de desenvolvimento de chefias, baseado em princípios como o autoconhecimento, a aprendizagem e os aspetos positivos da diversidade.

Foto cedida pela Smurfit Kappa