Cientistas criam rato transgénico para servir de alarme de pandemias

Cientistas criam rato transgénico para servir de alarme de pandemias

Investigadores na Alemanha criaram um rato transgénico que poderá ajudar a identificar novas estirpes do vírus da gripe capazes de provocar pandemias globais, como se descreve num estudo publicado hoje numa revista especializada e avançado pela Lusa.

No artigo do Journal of Experimental Medicine, os cientistas criaram através de manipulação genética um rato com uma proteína encontrada no sistema imunitário humano, a MxA.

Esta proteína é um dos obstáculos às infeções pelo vírus da gripe, e é capaz de proteger culturas de células do vírus da gripe aviária mas é ineficaz contra mutações que conseguem infetar humanos.

Os cientistas esperam que os ratos transgénicos consigam ser como uma espécie de alarme. Se algum vírus os infetar, sabe-se que se trata de um vírus com uma mutação que é capaz de vencer o sistema imunitário humano.

“O nosso rato transgénico com MxA consegue distinguir entre estirpes do vírus sensíveis à proteína e estirpes que conseguem fugir-lhe e, em consequência, têm potencial de provocar pandemias em humanos”, afirmou o investigador Peter Staeheli, do Instituto de Virologia do Centro Médico da Universidade de Freiburgo.