Como reduzir a sua fatura de energia?

Como reduzir a sua fatura de energia?

Desligar as luzes quando não são precisas, optar sempre que possível por iluminação natural, escolher equipamentos elétricos com eficiência A++ ou A+++, negociar contratos ou considerar os benefícios das tarifas bi-diárias ou tri-diárias… Segundo Rui Oliveira, responsável pelo serviço de certificação energética da Bosch, estas são apenas algumas opções que ajudam a reduzir a sua fatura energética, explica o Público. Mas, numa estação do ano em que a temperatura começa a subir, existem ainda mais opções. Comecemos pelo aquecimento da água para banhos, que tendem a multiplicar-se à medida que a temperatura sobe.

A opção por equipamentos solares térmicos é, por isso, a primeira a considerar, já que durante a maior parte do ano permite o fornecimento quase total da energia necessária para aquecer a água para os banhos. Quando associada a um esquentador termoestático, esta opção permite que a regulação da temperatura seja feita pelo esquentador, reduzindo o consumo de gás mas também de água. Esta conjugação permite uma poupança de até 70% nos custos de energia para a produção de água quente para os banhos.

A substituição de um termoacumulador elétrico por um sistema de bomba de calor para águas quentes sanitárias também permite uma redução de 3 a 4 vezes da fatura energética.

Refrescar a casa passa igualmente a ser uma prioridade nesta época e mesmo o consumo energético relacionado com o ar condicionado pode ser reduzido se conseguirmos sombrear os vãos envidraçados com soluções o mais opacas possível e, de preferência, fazê-lo pelo exterior.