Conferência Internacional sobre Monitorização de Emissões Atmosféricas realiza-se em maio

Conferência Internacional sobre Monitorização de Emissões Atmosféricas realiza-se em maio

Categoria Advisor, Agenda

A Conferência Internacional sobre Monitorização de Emissões Atmosféricas vai realizar-se nos próximos dias 18 a 20 de maio, em Lisboa. A iniciativa contará com oradores de 13 países e vão ter lugar 48 apresentações distribuídas por sete temas principais:
1. Normas Regulamentadoras e Qualidade
2. Monitorização Preditiva de Emissões
3. Tecnologia de Medição Inovadora
4. Monitorização de Partículas Finas
5. Mercúrio e outros Metais Residuais
6. Emissões Evasivas
7. Estudos de Caso Industriais

As apresentações da conferência irão abordar uma vasta gama de questões relacionadas com testes e monitorização que abrangem os regulamentos internacionais, normas, métodos e tecnologias mais recentes em aplicações como centrais elétricas, incineração de resíduos, análises laboratoriais, emissões dos navios e a Diretiva Marítima, biocombustíveis, caldeiras a carvão e biomassa, incineração de resíduos perigosos, fábricas de cimento, fábricas de cloro e álcalis, bem como emissões de aterros sanitários.

O organizador da CEM 2016, Marcus Pattison, acredita que a Conferência CEM 2016 é especialmente oportuna. “As metas de redução das emissões assumidas por 195 nações na COP21 em Paris colocam uma ênfase crescente no rigor e fiabilidade da monitorização, num momento em que, graças à Volkswagen, a consciência pública para as questões relacionadas com a poluição atmosférica nunca foi tão grande. A indústria automóvel faz questão de destacar a importância das emissões industriais, pelo que é vital que a indústria continue a fornecer dados ‘reais’ que sejam fiáveis.”

O responsável acrescenta que, “de acordo com a Organização Mundial de Saúde, em 2012 a poluição atmosférica foi responsável por 3,7 milhões de mortes, o que representa 6,7% do total de óbitos. Esta poluição provocou cerca de 16% das mortes por cancro dos pulmões, 11% das mortes por doenças pulmonares e mais de 20% das mortes por doenças cardíacas e acidentes vasculares cerebrais. A poluição atmosférica é o maior risco para a saúde ambiental na Europa; sendo responsável anualmente por mais de 430.000 mortes prematuras.”

A CEM 2016 é a 12.ª de uma série de eventos internacionais centrados na monitorização de emissões. Para além da Conferência CEM, haverá também um expositor com projetos de investigação e uma Exposição com mais de 50 dos principais prestadores de serviços e instrumentação de monitorização líderes a nível mundial.