Conselho da Diáspora debate novo sistema de produção e consumo

Conselho da Diáspora debate novo sistema de produção e consumo

Categoria Advisor, Agenda

Pensar a Economia no nosso Planeta e os desafios da transição para um novo sistema de produção e consumo são os temas do 7.º Encontro Anual do Conselho da Diáspora Portuguesa (CDP), que terá lugar no dia 20 de dezembro, no Palácio da Cidadela, em Cascais.

O debate irá focar-se na oportunidade para Portugal, no quadro do compromisso da transição para uma economia neutra em carbono, da transição para uma economia digital ambientalmente sustentável e para um novo sistema de produção e consumo, de baixo desperdício e alto desempenho, que respeite os limites dos recursos ambientais e que, ao mesmo tempo, responda à procura global crescente de bens e serviços e às aspirações de progresso e conforto conquistadas nas últimas décadas pelas sociedades.

Em anos anteriores o Encontro Anual do Conselho da Diáspora debateu temas como o talento e o sistema de educação nacional, o investimento, liderança e diversidade, cibersegurança, gestão na era digital, diplomacia cultural, competências para o século XXI, o desenvolvimento da indústria audiovisual em Portugal, entre outros temas relevantes para o desenvolvimento do país.

O CDP é uma associação privada sem fins lucrativos, fundada em 2012, com o Alto Patrocínio da Presidência da República e do Ministério dos Negócios Estrangeiros. Em 2019, foi reconhecido pelo Estado Português com o estatuto de Organização Não-Governamental para o Desenvolvimento (ONGD), pelo trabalho que tem vindo a ser desenvolvido em favor das relações entre Portugal e África através da plataforma EurAfrican Forum. Para além do estatuto agora atribuído, em 2017 foi concedido à Instituição a distinção de Utilidade Pública.

O principal instrumento de intervenção é uma rede de ligação entre portugueses e luso-descendentes, a World Portuguese Network, que integra 95 membros, espalhados por 26 países e 50 cidades em 5 continentes, com intervenção e influência nas áreas da Economia, Ciência, Cultura e Cidadania.