Consórcio internacional desenvolve nanosensores de baixo custo para monitorização em tempo real da qualidade do ar

Consórcio internacional desenvolve nanosensores de baixo custo para monitorização em tempo real da qualidade do ar

Categoria Advisor, Investigação

O consórcio internacional do projeto NanosenAQM, que está a desenvolver e a validar nanosensores de baixo custo e reduzido consumo energético para monitorização em tempo real da qualidade do ar em ambiente urbano e rural, vai reunir-se, nos próximos dias 10 e 11 de outubro, no Palácio dos Melos da Universidade de Coimbra (UC).

Coordenado pelo Instituto de Tecnologías Físicas y de la Información del Consejo Superior de Investigaciones Científicas (ITEFI-CSIC), Espanha, o projeto conta com um financiamento de 1,5 milhões de euros no âmbito do programa Interreg Sudoe.

O consórcio envolve 11 parceiros de Portugal, Espanha e França, incluindo uma equipa de investigadores do Centro de Informática e Sistemas (CISUC) da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), liderada por Bernardete Ribeiro.

Segundo a docente e investigadora da FCTUC, “ao desenvolver nanosensores de gás de baixo custo para medir a qualidade do ar e fornecer dados em tempo real, o projeto NanosenAQM contribuirá para uma monitorização extensiva, distribuída e ubíqua da qualidade do ar”.

Nesta reunião, os vários parceiros vão apresentar os resultados obtidos até ao momento, nomeadamente a plataforma (https://nanosenaqm.dei.uc.pt) onde é disponibilizada a informação sobre a qualidade do ar, assim como os métodos desenvolvidos para processamento dos dados recolhidos em tempo real, de modo a informar e sensibilizar a população para o problema da qualidade do ar ambiente.