COP23 arranca hoje em Bona

COP23 arranca hoje em Bona

A Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas – COP23 começa hoje, dia 6 de novembro, em Bona, Alemanha, prolongando-se até dia 17 de novembro, sendo presidida pelas Fiji.

A conferência surge dois anos depois da adoção do Acordo de Paris e pretende impulsionar ainda mais as cidades, estados, regiões, territórios, empresas e sociedade social a apoiarem os planos de ação climática nacionais, as metas de temperatura acordadas internacionalmente e os objetivos mais vastos da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

Segundo Patricia Espinosa, secretária executiva das Alterações Climáticas da ONU, “a COP23 em Bona vai mostrar ao mundo as duas faces da dinâmica inspiradora, positiva e determinada das alterações climáticas por parte de tantos governos e de uma série de cidades e estados até empresas, líderes da sociedade civil e agências da ONU alinhados na direção das metas e objetivos do Acordo de Paris”. Mas acrescenta: “O termómetro do risco está a aumentar; a pulsação do planeta está a acelerar; as pessoas estão a sofrer; a janela de oportunidade está a fechar-se e temos de ir mais longe e mais depressa juntos para elevar a ambição e a ação para o próximo nível definitivo”.

Esperam-se cerca de 20 líderes de países, incluindo o presidente francês Emmanuel Macron e a chanceler alemã Angela Merkel, além do secretário geral da ONU, António Guterres, a presidente da Câmara de Paris, Anne Hidalgo, o Governador da Califórnia Jerry Brown, o Enviado Especial da ONU Michael Bloomberg, o astronauta Thomas Pesquet, o CEO da Unilever Paul Polman ou a primeira ministra escocesa Nicola Sturgeon.