COP26: UE e EUA querem iniciar debates para Acordo Global sobre Aço e Alumínio Sustentáveis

COP26: UE e EUA querem iniciar debates para Acordo Global sobre Aço e Alumínio Sustentáveis

A Comissão Europeia e os Estados Unidos da América (EUA) acordaram em dar início aos debates no sentido de um Acordo Global sobre Aço e Alumínio Sustentáveis. Este “acordo” foi anunciado na Cimeira de Líderes Mundiais da Conferência das Nações Unidas sobre o Clima (COP26) pela presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e pelo presidente dos EUA, Joe Biden.

Este acordo, tal como indica uma nota divulgada pela Comissão, representa um novo marco na relação transatlântica e nos esforços envidados pela União Europeia para alcançar a descarbonização das indústrias do aço e do alumínio a nível mundial, no âmbito da luta contra as alterações climáticas. A presidente da Comissão Europeia e o presidente dos EUA chegaram, igualmente, a um acordo, a fim de suspender os litígios bilaterais da Organização Mundial do Comércio sobre o aço e o alumínio.

A fabricação de aço e alumínio é uma das maiores fontes de emissão de carbono em todo o mundo. Para que a produção e o comércio de aço e alumínio sejam sustentáveis, deve-se abordar a intensidade de carbono da indústria, juntamente com os problemas relacionados ao excesso de capacidade.

De acordo com a Comissão, o Acordo Global procurará assegurar a “viabilidade de longo prazo das indústrias, encorajar a produção e comércio de aço e alumínio com baixa intensidade de carbono e restaurar as condições voltadas para o mercado”.

O Acordo Global estará aberto a todos os parceiros com interesses semelhantes para se associarem.