Deputado do PAN em Marraquexe para a COP 22

Deputado do PAN em Marraquexe para a COP 22

O deputado do PAN – Pessoas-Animais-Natureza, André Silva, vai estar em Marraquexe de 14 a 18 de Novembro para participar na 22ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP 22).

O porta-voz do partido ambiental vai acompanhar uma delegação nacional liderada pelo primeiro ministro, António Costa, pelo ministro do ambiente João Pedro Matos Fernandes e por vários representantes do Ministério dos Negócios Estrangeiros, numa conferência que tem como missão a concretização do acordo mundial contra o aquecimento global – o Acordo de Paris –, que entrou em vigor este mês depois te ter sido aprovado o ano passado na COP 21.

A presença de André Silva surge no seguimento de várias intervenções e posicionamentos do partido em matérias ambientais. Desde que está representado no Parlamento, o PAN tem vindo alertar para políticas nacionais ineficientes e contraditórias no combate à Recessão Ecológica.

“Os governos que têm liderado o país têm primado por destruir os nossos ativos ecológicos com o desnecessário Plano Nacional de Barragens, a expansão gasífera e petrolífera, os apoios à agricultura agrotóxica e à agropecuária intensiva, tendo como agravante os acordos transnacionais, nomeadamente o TTIP e o CETA, irónica e falsamente promovidos como decisivos para combater as alterações climáticas, mas que só contribuirão para a diminuição da biodiversidade e para o aumento da emissão e impacto dos Gases com Efeito de Estufa”, disse André Silva.

Apesar de em setembro ter votado a favor da Proposta de Resolução do Governo para a aprovação do Acordo de Paris, o partido teme que este não passe de um mero ato simbólico, uma vez que não define compromissos claros nem assegura uma meta que garanta um futuro seguro para o clima.

“A tão necessária revolução climática não se coaduna com o atual sistema extrativista, mas sim com uma nova narrativa cultural e a económica que encare este desafio como uma oportunidade única e muito curta de revertermos o estado avançado de destruição em que o planeta se encontra. Será uma excelente oportunidade para aprender mais sobre estas matérias que estão no centro da agenda do PAN e espero regressar mais otimista sobre os compromissos nacionais e internacionais nesse sentido”, reforçou o deputado do PAN.