#DiadaCriança: Cinco sugestões para introduzir a economia circular no dia-a-dia dos mais jovens

#DiadaCriança: Cinco sugestões para introduzir a economia circular no dia-a-dia dos mais jovens

No âmbito do Dia da Criança, celebrado dia 1 de junho, a Cash Converters, partilha algumas sugestões para introduzir a economia circular no quotidiano dos mais novos.

  • Semear conhecimentos

Antes de incentivar atividades relacionadas com a economia circular é necessário promover, nas crianças, a sensibilização para cuidar do ambiente e reconhecer a importância dos 3R’s (Reduzir, Reutilizar e Reciclar). Cultivar estes conhecimentos normalizará a reciclagem e a utilização dos produtos em segunda mão, o que fará com que os adultos do futuro entendam a economia circular como um hábito e a apliquem no seu quotidiano.

  • Fazer reciclagem

Promover a separação de lixo é uma atividade de família interessante, porém, levar os mais pequenos até ao ecoponto para fazerem a separação do lixo pode ser um desafio por toda a logística que implica. Neste sentido, personalizar os caixotes do lixo em casa poderá ser a solução para tornar a reciclagem uma atividade familiar e potenciar o interesse das crianças para a separação de resíduos.

  • Objetos DIY

Aproveitar objetos que já não utiliza para lhes dar uma segunda vida, tornando-os peças novas, permite às crianças aprender que os produtos podem ser recolhidos, reciclados e reutilizados. Poderá, por exemplo, aproveitar uma caixa de sapatos e transformá-la num jogo de matraquilhos.

  • Dar ou vender o que não precisa

Doar roupas que as crianças já não utilizam a instituições ou a centros de reciclagem ou vender brinquedos e outros produtos (consolas, óculos de sol, bicicletas) em lojas de segunda mão vai ensinar às crianças que, as coisas que já não são utilizadas não vão necessariamente para o lixo e podem, inclusive, ser úteis para outras pessoas e famílias.

  • Conteúdos educativos

Mostrar às crianças conteúdos infantis que falem sobre o tema da economia circular ajudará a que estas estejam mais por dentro do tema. Alguns exemplos deste tipo de conteúdos são livros, atividades e eventos sobre o tema e ainda vídeos, como os da Sociedade Ponto Verde para os mais novos, e o vídeo do IAPMEI sobre a Economia Circular, para os mais velhos.