E se tivesse de vender um projeto de eficiência energética em três minutos? Galp desafia universitários.

E se tivesse de vender um projeto de eficiência energética em três minutos? Galp desafia universitários.

Categoria Ambiente, Energia

A Galp Energia promoveu esta tarde uma apresentação original de 21 projetos de investigação na área de eficiência energética, desenvolvidos em empresas clientes da Galp Energia por alunos da Universidade de Aveiro (UA), da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) e do Instituto Superior Técnico (IST) ao abrigo do programa Galp 20-20-20, o maior programa nacional de bolsas académicas neste setor.

As apresentações serão bastante diferentes do habitual, seguindo o modelo Elevator Pitch, segundo o qual os bolseiros têm de fazer uma apresentação curta e objetiva capaz de ser realizada numa viagem de elevador. O desafio é simples: se encontrasse acidentalmente o CEO da Galp Energia num elevador, conseguiria vender-lhe o seu projeto de eficiência energética em três minutos? Este é o tempo que cada aluno terá para fazer a sua apresentação.

As apresentações decorrem a partir das 14h30, na sede da Galp Energia, e contam com a participação do presidente executivo, Carlos Gomes da Silva e de Carlos Martins de Andrade, diretor da área de investigação e tecnologia da Galp Energia. Estarão, também, presentes representantes das empresas participantes no programa, sociedades de capital de risco e entidades parceiras da Galp Energia na área da eficiência energética como a Apetro e a Adene (Agência para a Energia).

Os projetos envolvem estudos de eficiência energética em empresas de diversos setores de atividade. Desde o setor dos transportes, onde são propostas formas de aumentar a eficiência no consumo das frotas, à indústria de distribuição alimentar, cujas propostas se prendem com medidas de racionalização de consumos da rede nacional de lojas de uma cadeia alimentar.

O programa Galp 20-20-20 é uma “iniciativa exemplar, a nível nacional, na transferência de conhecimento e de inovação entre o mundo empresarial e académico”, avança a Galp em comunicado. Lançado em 2007, já colocou bolseiros em mais de 130 empresas portuguesas que, assim, beneficiaram de inovadoras soluções de eficiência energética desenvolvidas por estudantes das principais universidades nacionais. O programa atribui anualmente 21 bolsas de investigação de 3.000 euros a 21 alunos para o desenvolvimento destes projetos nas 21 entidades clientes, selecionadas pela Galp Energia.

Os projetos de investigação têm como base auditorias realizadas às empresas, com o intuito de racionalizar o seu sistema energético, identificar e recomendar oportunidades de melhoria e, sempre que possível, conceber ferramentas inovadoras de apoio à gestão energética. Os trabalhos são coordenados por uma tripla tutoria: um professor da universidade-membro do Galp 20-20-20 (UA, IST e FEUP), um tutor da entidade participante e um tutor da Galp Energia.

O Elevator Pitch é um modelo de apresentação amplamente divulgado como uma das melhores formas de promover uma determinada ideia ou modelo de negócio. Embora a sua origem não seja clara, há quem a identifique com uma antiga tática dos guionistas de Hollywood, que tentavam “encurralar” os grandes produtores de cinema num elevador e procuravam, nesse curto espaço de tempo, convencê-los a levarem as suas histórias ao écran.