Ecopilhas doa equipamento ao IPO de Lisboa

by Inês Gromicho | 17 Maio 2017 14:48

A Ecopilhas, primeira entidade gestora em Portugal dedicada à recolha e reciclagem de pilhas e baterias usadas, doou, hoje, um equipamento de observação clínica ao Instituto Português de Oncologia de Lisboa, resultado do 8º Peditório Nacional de Pilhas e Baterias usadas.

A cerimónia, que contou com a presença de Eurico Cordeiro, Diretor Geral da Ecopilhas, José Carlos Malato, embaixador da ação e, Francisco Ramos, presidente do Conselho de Administração do IPO Lisboa, serviu para finalizar a campanha que, em 2016, angariou um total de 3,6 milhões de pilhas e baterias usadas, contribuindo para a evolução da qualidade do serviço da área clínica de ambulatório do Serviço de Otorrinolaringologia do IPO.

Sandra Gaspar, vogal do Conselho de Administração do IPO Lisboa, destacou a consistência do projeto Ecopilhas na colaboração com o hospital e sublinhou que “o valor dos equipamentos adquiridos vai para além da resposta às necessidades efetivas da instituição, integrando um valor acrescido intangível, por resultar da mobilização e do reconhecimento da sociedade em relação ao IPO”.

O Serviço de Otorrinolaringologia é uma área-chave do IPO que realiza cerca de 9.300 consultas por ano, nas quais são efetuadas cerca de 2.000 técnicas de endoscopia de diagnóstico e acompanhamento. Para a observação dos doentes em consulta e para a realização dos exames endoscópicos, revela-se essencial a aquisição de equipamento de observação clínica.

Por sua vez, o Peditório Nacional de Pilhas e Baterias usadas consiste numa iniciativa de solidariedade que permite à Ecopilhas, anualmente, e desde 2009, doar um aparelho para tratamentos ao IPO, através da mobilização da comunidade, durante o mês de dezembro, para a recolha de pilhas e baterias usadas.

Ao longo das oito edições do Peditório Nacional de Pilhas e Baterias, foram recicladas 32,3 milhões de pilhas e baterias portáteis usadas.

Source URL: https://www.ambientemagazine.com/ecopilhas-doa-equipamento-ao-ipo-de-lisboa/