EDP Distribuição mantém gestão de mudança de comercializador de luz

EDP Distribuição mantém gestão de mudança de comercializador de luz

Categoria Ambiente, Energia

A EDP Distribuição vai continuar a assegurar a função de gestora dos processos de mudança de comercializador de electricidade. O Governo deixou cair o projecto de criação, ainda durante a actual legislatura, de um operador independente de qualquer grupo energético. Uma iniciativa que se destinava, segundo a ‘troika’, a reforçar a transparência e igualdade de tratamento entre todos os fornecedores de energia, avança o Diário Económico.

Ao Diário Económico, fonte oficial do Ministério do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia adiantou que, neste momento, o Governo não tem previsão sobre a data de conclusão desse processo.  A medida volta, no entanto, a constar do programa da coligação PSD/CDS para as próximas eleições.

Actualmente existem 13 comercializadores a actuar no mercado livre de electricidade, um dos quais é a EDP Comercial, segundo dados da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).  Há mais de uma década que esta é uma promessa que se arrasta por vários governos, mas que ganhou um novo impulso com a aceleração da abertura do mercado da energia à concorrência, imposta pela Comissão Europeia, Banco Central Europeu e pelo Fundo Monetário Internacional.

O resultado foi uma acelerada corrida dos consumidores a novos fornecedores de energia, ao longo dos últimos meses. Dos perto de seis milhões de consumidores nacionais de electricidade, mais de quatro milhões já passaram para o regime de preços livres.

Nos restantes países da União Europeia, o trabalho de mudança de fornecedor é, em regra, assegurado pela empresa de distribuição de electricidade ou por estruturas que são extensões das entidades reguladoras.