EDP inaugura quatro novas barragens até final de 2016

EDP inaugura quatro novas barragens até final de 2016

Categoria Ambiente, Energia

Quatro barragens da EDP vão entrar em funcionamento ao longo dos próximos meses e até ao final de 2016. Estas barragens, que vão dar mais 1,5 gigawatts de potência à capacidade instalada da energética presidida por António Mexia, foram construídas no âmbito do plano nacional hídrico, avança o Jornal de Negócios.

A Salamonde II, com uma capacidade de 207 megawatts, está numa fase “mais avançada” e “deve começar a operar até ao final deste ano, talvez em novembro”, afirmou o diretor de relações com investidores, Miguel Viana. A barragem que se segue é a de Baixo Sâbor, com uma capacidade de 140 megawatts. A entrada em operação desta barragem “ainda está dependente de condições hídricas”, apesar da chuva “ter melhorado um pouco em outubro”, a EDP ainda tem de avaliar se as “operações podem começar até final do ano ou só no principio de 2016”, sublinhou Miguel Viana. A terceira barragem é a de Venda Nova III, que “deverá começar a operar depois do verão de 2016”. Por último, a central de Foz Tua deverá entrar em funcionamento até ao final do próximo ano. “Esperamos ter a capacidade totalmente instalada para o Inverno de 2016/2017”, garantiu o responsável pelas relações com os mercados.

António Mexia, que falava esta sexta-feira (dia 30 de outubro) numa conferência telefónica com analistas,  sublinhou, que a conclusão destas centrais hídricas vai levar a energética a desacelerar o investimento em novos projetos.